Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

“MasterChef Júnior” estreia com jurados fofos, pais chatos e horário ruim

Mauricio Stycer

21/10/2015 01h02

Na esteira do "MasterChef Brasil", programa de maior sucesso da Band em 2015, a emissora correu para lançar uma versão para crianças ainda este ano. A estreia, nesta terça-feira (20), mostrou que se trata de um programa bem diferente do que encantou o público.

Ainda que com os mesmos jurados e a apresentadora da versão adulta, "MasterChef Junior" não exibiu, ao menos neste primeiro programa, o grande trunfo do reality – o jeitão franco, abusado e, eventualmente, grosseiro de Erick Jacquin, Paola Carosella e Henrique Fogaça.

"Muito mais que uma competição, um espaço para aprender. Onde todos ganhamos uma experiência de vida", prometeu Paola no início.

Não foi o que se viu. Não julgaram, mas muito menos ensinaram. Os três se colocaram no papel de amigos mais velhos das crianças. Deram show de fofura e graça. "Pode me abraçar, pode me pegar, pode beijar, pode apertar aqui", disse Jacquin, apontando a sua bochecha para os eliminados Luiza e Augusto.

Ana Paula Padrão, ao contrário, encontrou mais funções nesta versão do reality – ela foi também psicóloga infantil de vários participantes, dando força e consolando os jovens cozinheiros.

O maior destaque, porém, foram os pais, em especial aqueles que não conseguiram se conter. Vários atrapalharam os filhos durante as provas com conselhos indevidos, palpites infelizes e reprimendas. Foram protagonistas, ainda que de forma involuntária, do espetáculo, ensinando o que não se deve fazer com crianças em meio a uma competição.

Iniciado às 22h45, a estreia terminou por volta da uma da manhã de quarta-feira (21). Obviamente não é um programa para crianças, apesar de protagonizado por elas. Mesmo para adultos, foi cansativo.

Neste tom exageradamente doce, também vai ser difícil agradar o público que se divertiu com a versão original. Jacquin, Fogaça e Paola são ótimos, mas esse excesso de fofura pareceu forçado.

Veja abaixo um trecho:

Veja também
"MasterChef Júnior" tem seis eliminados e oferta de emprego para criança

O blog está no Twitter e no Facebook.

Sobre o autor

Mauricio Stycer
É jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.