Topo

Record avalia beijo de Phellipe em Hari: decisão deve ser anunciada domingo

Mauricio Stycer

28/09/2019 12h48

Sem pedir permissão, Phellipe deu um beijo em Hariany na "Fazenda"

Principal assunto entre os espectadores da "Fazenda", o beijo que o ator Phellipe Haagensen deu, sem permissão, em Hariany Almeida está sob avaliação da direção do reality show. Uma eventual expulsão do peão ou qualquer outra decisão a respeito, porém, não deve ser anunciada antes do programa que irá ao ar no domingo (29).

A situação ocorreu de madrugada. Phellipe estava discutindo com Diego Grossi e Hariany. Ele criticava Diego por ter pulado na cama de Andréa Nóbrega. "Faltando respeito com a coroa, cara. Que hipocrisia", disse Phellipe. Hari entrou na discussão. O ator se aproximou dela e, enquanto discutiam, deu um selinho na peoa.

Consciente do que fez, o ator falou sozinho com as câmeras no quarto da sede da Fazenda: "Brasil, tem como me tirar daqui, por favor? Não vou bater o sino, mas está na mão de vocês. Está tudo filmado", disse Phellipe.

Antes, na festa, após chorar algumas vezes, Phellipe havia pedido um abraço para Hariany e confessou que tem vontade de ficar com a peoa.

"Eu estou triste, longe da família, carente. Mas estou de boa, obrigada. Eu não tenho raiva de você. Eu não gosto de brigar com as pessoas, eu admirava você lá do outro programa, acho você forte. É muito difícil me abrir aqui. Desculpa que eu fico te olhando, é que você é muito bonita. Se você não fosse casada, eu ia pra cima de você. Ia te beijar, te dar muito carinho", disse ele.

Na manhã deste sábado, o principal assunto no Twitter era o pedido de expulsão de Phellipe da "Fazenda".

O programa deste sábado, na Record, vai mostrar o beijo forçado, mas não será ao vivo. Ou seja, qualquer decisão a respeito do assunto não será tratada nesta noite.

Em nota divulgada na tarde de sábado (28), a família de Hariany cobrou "providência imediatas" sobre o caso e classificou o beijo como um "atentado contra a dignidade sexual" da participante.

"Nós, da família de Hariany Almeida, estamos totalmente consternados pelo atentado contra a dignidade sexual sofrido pela participante durante o reality A Fazenda. O beijo que o senhor Phellipe Haagensen deu em Hariany, sem consentimento, pode ser configurado como contravenção penal e a fere, não só em sua pessoalidade, mas como mulher. Não é aceitável em nenhuma hipótese que este ato fique impune. Por isso, pedimos providências imediatas dos órgãos competentes", diz o comunicado.

Veja também
Beijo sem permissão em "A Fazenda" pode ser importunação sexual; entenda

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

Mauricio Stycer