Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

“Fantástico” lembra a Record em noite recheada de dramas de famosos

Mauricio Stycer

19/11/2018 09h13


Dramas, tragédias e desgraças fazem parte do "show da vida", mas o "Fantástico" exagerou neste domingo (18). A pauta da revista dominical da Globo estava tão pesada que parecia programa da Record.

É verdade que as reportagens exibidas tiveram duração de 7 a 12 minutos cada, e não de meia hora ou mais, como costuma ocorrer na concorrente. Mas mesmo assim, o programa exagerou.

Dois assuntos da atualidade se destacaram no domingo. Primeiro, uma entrevista exclusiva de Susana Vieira a Poliana Abritta, na qual a atriz descreveu a sua luta contra a leucemia, descoberta em 2016. Relembrando um período de internação hospitalar, Susana desceu a detalhes fortes:

"Tiveram que trocar a fralda em mim porque eu não podia levantar. Quando eu me vi tão exibida, tão vaidosa, tão dona de mim, tão Senhora do Destino, tão rainha de bateria, a bailarina do Teatro Municipal, Susana Vieira, com uma enfermeira tendo que trocar minha fralda porque eu não podia me levantar, isso foi muito pesado. Aí bateu, aí você vê que está doente"

Depois, o programa exibiu o drama da atriz Cristiane Machado, que gravou imagens de agressões que sofreu do ex-marido, o empresário e ex-diplomata Sergio Schiller Thompson-Flores. São imagens bem fortes. No vídeo, ele empurra Cristiane, tira seus sapatos e lhe dá uma surra. A reportagem informa que o agressor está foragido. E os seus advogados dizem que o vídeo foi editado. Em entrevista a Renata Ceribelli, Cristiane fala que tem medo de ser morta.

Não bastassem estas duas reportagens, o "Fantástico" exibiu ainda o segundo episódio de um quadro pensado para fazer o espectador chorar. Chama-se "Você por Aqui?" e promove a conversa de duas pessoas que, até o início da gravação, não sabem quem vão encontrar.

Na estreia, há uma semana, o encontro foi entre a cantora Joelma e a modelo e atriz Luiza Brunet. O tema da conversa foi violência doméstica, que ambas sofreram. Neste domingo, o programa promoveu a reunião da ex-atleta Laís Souza, tetraplégica, com o ex-modelo Fernando Fernandes, campeão de paracanoagem.

"Não aguento mais ser exemplo de superação. Não sou exemplo de superação. Sou muito bom no que eu faço", disse ele em um dos muitos momentos fortes e emocionantes, que também provocaram vontade de chorar.

Com a pauta pesada como estava, o "Fantástico" poderia ter guardado o encontro de Laís e Fernando para outro domingo.

Veja também
Susana Vieira fala pela 1ª vez sobre leucemia: "Tenho pavor de morrer"

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.