Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Mion festeja vitória sobre a Globo; Ana Paula deseja que a Fazenda "afunde"

Mauricio Stycer

11/10/2018 23h34


Fato pouco comum, a Record divulgou resultados de audiência da "Fazenda" ao vivo nesta quinta-feira (11). Conversando com os peões, o apresentador Marcos Mion avisou: "Na última terça-feira, na prova do fazendeiro, a gente ficou em primeiro lugar". Ana Paula, ao fundo, gritou: "Bateu a Globo?".

O episódio de terça-feira (09), que definiu Ana Paula e Nadja como as indicadas à roça, registrou média de 11 pontos, a melhor do reality nesta décima temporada. Entre 23h39 à 0h16, "A Fazenda" chegou a 13 pontos, contra 11 da Globo, que exibiu a estreia de "Amor & Sexo".

Como mostrou o colunista Ricardo Feltrin, a nova temporada do programa comandado por Fernanda Lima teve uma estreia desastrosa em matéria de Ibope.

Ao falar com os participantes da "Fazenda", Mion ainda disse: "Quero dar um recado para vocês todos. Eu quero dizer que a Fazenda 10 é um sucesso enorme". E acrescentou: "Além da gente estar sempre em primeiro lugar nos assuntos mais comentados no Twitter. Todos vocês têm uma torcida enorme aqui fora."

"Espero que a audiência afunde"

O programa de quinta-feira terminou com o anúncio da vitória de Nadja Pessoa, escolhida por 64,2% dos votos do público para permanecer na "Fazenda". Com apenas 35,8% dos votos, Ana Paula foi eliminada – e manifestou enorme decepção com o resultado.

"Vocês passaram tudo? Porque eu não minto, se tem algo que eu tenho segurança, é isso", perguntou para Mion. O apresentador assegurou que sim, e disse que ela vai poder confirmar isso fora da casa. Chateada, Ana Paula desabafou desejando o insucesso do reality da Record: "Não vou assistir. Eu quero que 'A Fazenda 10' afunde na audiência".

Veja também
Fazenda: Brigas de Ana Paula e Nadja parecem escritas por autor de novelas
Em tempo de eleição, "Amor & Sexo" debate com Bolsonaro mesmo sem querer

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Es portivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

Newsletters

Mauricio Stycer traz análises exclusivas sobre TV e Famosos.

Quero receber