Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Aplicativo tenta suprir buracos da Record em esporte e programas infantis

Mauricio Stycer

13/08/2018 16h24


A Record oferece a partir da 0h desta terça-feira (14) o serviço de streaming PlayPlus. Nos moldes de outros aplicativos do gênero, ele permitirá ao espectador assistir gratuitamente, pelo celular ou laptop, a programação da emissora ao vivo, mas cobrará uma assinatura mensal de quem quiser ver posteriormente, em outros horários, a íntegra das atrações.

O pacote mais simples vai custar R$ 12,90 e também dará direito de acesso a conteúdos de empresas que se associaram à Record no empreendimento. As duas principais, até o momento, são a ESPN e a PlayKids. Elas vão fornecer programação de gêneros que claramente são oferecidos de forma insuficiente na grade convencional da emissora – esportes e infantil. Outros dois investimentos, ainda modestos, serão em conteúdos do acervo da Record e em programas exclusivos para o aplicativo.

O acordo com a ESPN dará o mais novo canal do grupo, o Extra, aos assinantes do pacote mais barato (R$ 12,90 por mês). Este canal tem foco principal em e-Sports, e também em esportes femininos e radicais, além de automobilismo, beisebol e outros esportes. Exibe partidas de futebol em reprise e, apenas em casos excepcionais, quando há quatro jogos simultâneos, ao vivo. O pacote mais caro (R$ 32,80) dará direito ao outros três canais da ESPN.

De olho no mercado infantil, o aplicativo da Record se associou com o PlayKids. Trata-se de um produtor de conteúdo até agora exclusivo para telefones móveis destinado ao público infantil. A promessa é de 200 vídeos de dez séries originais em português. É o primeiro acordo de distribuição de conteúdo deste tipo feito por este produtor de conteúdo.

Já em termos de acervo da própria Record, a oferta inicial não traz muitas surpresas – alguns episódios de "Família Trapo", "Bronco Total" (com Ronald Golias e Carlos Alberto de Nóbrega), "Programa Flavio Cavalcanti", um "Especial Elis Regina" e o "Prêmio Roquete Pinto". Há duas dificuldades com o acervo da emissora – muita coisa se perdeu em incêndios e/ou falta de manutenção e há complicações de ordem legal (direitos autorais) para uso de vários materiais.

O serviço promete um cardápio variado de produções criadas originalmente para a internet. Por enquanto, são apenas quatro. O principal é "Bola Vai no Meu Lugar", um reality cômico protagonizado pelos ex-Pânico Marcos Chiesa (Bola) e Carlinhos Silva (Mendigo). Outra atração original é "Pais da Nova Era", um programa em cinco episódios, no qual Marcos Mion busca contar histórias inspiradoras de paternidade.

Em "De Folga com a Fama", também com cinco episódios, Ticiane Pinheiro convida celebridades para atividades inesperadas. E há ainda o jornalístico "Eleições 2018", comandado por Eduardo Ribeiro, em seis episódios.

"Camarim da Xuxa", destinado ao público infantil, está programado para outubro. Também está em fase de produção uma atração protagonizada por youtbers famosos.

"A plataforma é um organismo vivo. Está em transformação permanente", prometeu Antônio Guerreiro, superintendente de Estratégia Multiplataforma da Record no evento de lançamento do PlayPlus, nesta segunda-feira (13), em São Paulo.


Comentários são sempre muito bem-vindos, mas o autor do blog publica apenas os que dizem respeito aos assuntos tratados nos textos.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Mauricio Stycer
É jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.