Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

“Job” de Kaysar com Miss Bumbum revive guerra de torcidas do “BBB18”

Mauricio Stycer

06/08/2018 17h48


Sob chuva e frio de 14º, Kaysar Dadour sorriu, colocou a língua para fora e posou para fotos com mais de duas dezenas de mulheres de maiô sob a marquise do Masp, na avenida Paulista. A "photo opportunity", como se diz, serviu para promover o lançamento da mais recente edição do concurso Miss Bumbum.

"As candidatas são lindas demais, fiquei perdido. Está frio, queria esquentar todas elas", confidenciou Kaysar, com seu sorriso maroto, à repórter Gisele Alquas, do UOL, que conversou com ele depois do evento, nesta segunda-feira (06).

Contratado por Cacau Oliver, a mente por trás do Miss Bumbum, o ex-BBB fez valer cada centavo do cachê recebido pelo "job". Distribuindo sinceros elogios ao evento, ele disse: "Queria participar sempre. Estou honrado. A chuva atrapalhou um pouco, mas não tirou a minha alegria e nem das meninas. Nunca tinha participado de um evento assim".

A repercussão nas redes sociais mostrou que o público que acompanhou o "BBB18" segue dividido entre fãs e haters do sírio. A edição, como se sabe, terminou com a vitória de Gleici, secundada por Kaysar e com a dupla Ana Clara-Ayrton em terceiro lugar.

Para quem é do fã-clube do "caraco", o apelido carinhoso que ganhou, Kaysar cumpriu com galhardia o seu "job" na Paulista. Mostrou que é profissional e está aproveitando todas as oportunidades que o mercado lhe ofereceu após a final do reality.

Lily resumiu bem esta visão: "Mais um trabalho concluído com sucesso e dindim no bolso. Ele arrasa por onde passa, por isso não parou de trabalhar um só dia desde que saiu do BBB. Carisma é o seu nome e sobrenome alegria."

Todo esse esforço e, por que não dizer, sacrifício, é feito em nome de um objetivo maior, como se sabe – buscar os pais na Síria. Como disse Marina: "Tudo pra trazer a família da guerra". Luz Total também lembrou do fato: "Kaysar é inocentemente divertido. Talentoso. Amo demais. Que venham muitos trabalhos pra ele conseguir o propósito maior que todos sabem qual é."

Entre outros elogios que vi, destaco ainda o de Jess: "ELE É INCRÍVEL!!! Leva alegria por onde passa, é humilde, amoroso, divertido, espontâneo, impossível não amar! Posso ficar vendo o Kaysar o dia inteiro, ser humano sem igual que melhora nosso astral instantaneamente ❤️❤️❤️" Assim como o de Amanda: "Kay é muito talentoso ♥ felizmente fado do carisma". E Tay: "Realmente, ele é naturalmente carismático ❤".

Mas há também aqueles que, irônicos, não enxergam esse carisma nem essa pureza na alma do sírio. Como disse Conrado: "'Espera o Miss bumbum acabar mamis' Haha" Ou Tai: "Bambam 2.0, a versão mais letal". Ou Wandinha: "KayFake só pra isso mesmo kkkkkk".

Eles estão em número menor, mas não perdoam: Como disse Ynne: "Acabou o chororô com a família na Síria." Ricardo perguntou: "Assim que se tira a família da guerra 👍" Levando uma fã a responder: "Isso é trabalho, mula! E é assim mesmo que tira, acertou!"

Por fim, Alicia lembrou de algo importante: "E aquele papo todo do Tiago (Leifert), que a ONU ia ajudar a trazer a família dele, foi pra onde?"

Veja também
Frio? Kaysar lança Miss Bumbum e se diverte com candidatas de maiô em SP

Comentários são sempre muito bem-vindos, mas o autor do blog publica apenas os que dizem respeito aos assuntos tratados nos textos.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.