Blog do Mauricio Stycer

Melhor quadro do programa de Eliana vai ganhar “concorrente” no GNT

Mauricio Stycer

05/06/2018 07h01


Homens ignorantes em assuntos da cozinha, orientados por suas mulheres pelo ponto eletrônico, precisam preparar pratos sofisticados com base na receita de um chef famoso. Este é, em essência, um resumo do quadro “Minha Mulher que Manda”, lançado no primeiro domingo de maio dentro do programa de Eliana, no SBT.

O quadro é engraçadíssimo e tem ajudado a apresentadora a tornar mais equilibrada a disputa pela vice-liderança, nas tardes de domingo, com Rodrigo Faro, da Record.

Os candidatos, de um modo geral, são muito desastrados e perdem a calma ouvindo as instruções de suas mulheres. Já elas, ficam furiosas com a falta de jeito dos maridos. O chef Carlos Bertolazzi tripudia com receitas relativamente complicadas e Eliana se diverte com o resultado.

Dias depois da estreia do quadro, o GNT divulgou uma nota convocando candidatos para participar de um programa de culinária que lembra bastante “Minha Mulher que Manda”. O canal do grupo Globo informa estar procurando candidatos com “péssima habilidade de cozinhar!” E diz: “É isso mesmo, para participar do nosso novo programa de culinária é só mandar um vídeo de até 60 segundos, compartilhando seus causos e tentativas frustradas na cozinha.”

O novo programa, chamado “Chef ao Pé do Ouvido”, é um licenciamento de um produto originalmente canadense, produzido pela Chango, que também detém os direitos. A cada episódio do novo programa, dois participantes, que não sabem nem fritar um ovo, terão que preparar um prato bem elaborado com a ajuda de um chef profissional que irá passar as instruções por um fone de ouvido, tal como no quadro do SBT. A diferença é que não haverá a presença das mulheres dos participantes – um elemento que dá muita graça ao formato comprado por Eliana.

As gravações do novo programa do GNT vão ocorrer em julho. O cachê para cada participante é de R$ 1.500 e a promessa de ganhar um prêmio se vencer a competição.

Comentários são sempre muito bem-vindos, mas o autor do blog publica apenas os que dizem respeito aos assuntos tratados nos textos.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo