PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

Eduardo Costa ao vivo no SBT bate reprise de Eduardo Costa na Record

Mauricio Stycer

21/05/2018 11h53

O "Domingo Legal", apresentado por Celso Portiolli, registrou média de 7 pontos em São Paulo neste domingo (20). A principal atração do programa foi a presença do cantor Eduardo Costa, ao vivo, durante o quadro "Passa ou Repassa".

Enquanto Portiolli exibia o quadro, o "Domingo Show", na Record, reapresentava uma antiga reportagem de Geraldo Luis, adivinhe, com Eduardo Costa. O "golpe baixo" não foi suficiente para tirar a vice-liderança do SBT. Entre 13h e 15h06, tempo em que permaneceu no ar, Portiolli bateu Geraldo por 7 a 6,2 pontos.

Como escreveu Flavio Ricco em 2017, "Eduardo Costa virou o Viagra" dos programas populares de TV – sua presença atrai audiência.


Comentários são sempre muito bem-vindos, mas o autor do blog publica apenas os que dizem respeito aos assuntos tratados nos textos.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.