Blog do Mauricio Stycer

Suspeito de copiar formato de game, Silvio diz que a Globo é que o imitou

Mauricio Stycer

06/05/2018 22h04


Lançado pela rede americana NBC em dezembro de 2016, o gameshow “The Wall” rapidamente se tornou uma franquia internacional. A Wikipedia lista 20 países onde o formato já é exibido. No Brasil, foi ao ar em março deste ano, dentro do “Caldeirão do Huck”, na Globo.

Em agosto de 2017, porém, o SBT estreou um programa chamado “Jogo das Fichas” que chamou a atenção pela semelhança com o “The Wall”, então ainda inédito no Brasil.

O princípio de ambos é idêntico. O candidato responde a uma pergunta e, acertando a resposta, tem direito a jogar uma bola ou uma ficha do alto de um painel. Ela desce esbarrando em obstáculos e se aloja no pé, em uma das muitas posições existentes (cada uma representando um valor diferente).

Quem conhecia o formato original logo suspeitou que o SBT estava copiando “The Wall” sem pagar direitos pelo formato. Quando o quadro estreou na Globo, ficou clara a semelhança.

Neste domingo (06), Silvio tomou a iniciativa de falar sobre o assunto pela primeira vez. E surpreendeu, claro, acusando a Globo de imitá-lo. “Jogo das Fichas é aquele que a Globo tá imitando. O Huck tá imitando. O Luciano Huck. Só que ele mandou fazer um cenário que é muito alto. Quando eu quis fazer o cenário falei: quero mais baixo. Então, o Jogo das Fichas meu é mais baixo, o do Huck é mais alto” (veja no vídeo abaixo).

Mais tarde, apresentando o quadro “O Dono do Trono”, o Patrão voltou a fazer piada com a Globo. O show de talentos musical disputado por crianças no SBT, lançado em janeiro deste ano, foi comparado ao “The Voice Kids”, formato que a concorrente exibe desde 2016. “É tudo uma imitação. a Globo viu meu programa e foi lá e imitou”, disse Silvio, rindo.

O apresentador ainda lembrou que “O Dono do Trono” limita a participação de crianças até 10 anos, enquanto o “The Voice Kids” permite candidatos com até 15 anos. “A Globo não sabe copiar, sempre copia errado. Aqui é até 10 anos”, disse.

Veja também
Novo quadro do “Caldeirão do Huck” vira meme com Silvio Santos e Pink Floyd


Comentários são sempre muito bem-vindos, mas o autor do blog publica apenas os que dizem respeito aos assuntos tratados nos textos.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo