Blog do Mauricio Stycer

Mesmo preso ao roteiro, Gugu “cita” Silvio Santos no novo Power Couple

Mauricio Stycer

25/04/2018 00h12


“Vai ser diferente de tudo que você já viu”, prometeu Gugu Liberato ao abrir a terceira edição do “Power Couple Brasil”, na Record, na noite desta terça-feira (24). A maior novidade, como ele mesmo observou, é o seu nome nos créditos, na função de apresentador.

Depois de 35 anos no comando de programas de auditório, pela primeira vez ele está à frente de um reality show – e não um qualquer, mas um dos mais surreais da TV brasileira.

A tarefa, a princípio, não parece complicada. Com a sua experiência, ninguém duvida que mostrará mais desembaraço do que Roberto Justus, o comandante das duas primeiras edições, que teve alguma dificuldade para trocar ideias com tipos como Laura Keller, Carol Narizinho, Gretchen, Túlio Maravilha e Sylvinho Blau-Blau, entre outras figuraças que passaram pelo programa.

A dificuldade para Gugu, temida por todos os seus fãs, é o implacável roteiro que todo apresentador de reality show na Record precisa ler. E ficou claro que, apesar de toda a sua experiência, ele seguiu à risca quase tudo que estava escrito no teleprompter.

Mas, mesmo lendo TP, Gugu tem jogo de cintura e faz parecer tudo um pouco mais natural. Em dois momentos, empolgado, até lembrou o seu mestre Silvio Santos: “Quem quer ganhar um carro?”, gritou para a plateia que acompanhou a estreia ao vivo. E, depois de dizer que o vencedor pode faturar mais de R$ 1 milhão, se empolgou: “É dinheiro ou não é?”

Como a edição passada, a atual conta com onze casais – uma seleção sempre caprichada no vasto mundo das celebridades em busca de um novo momento de fama. Entre outros, participam o cantor sertanejo Marlon, o MC Créu, o comediante Nizzo Neto, o ator Andre Di Mauro, alguns reincidentes de reality show, como Munik Nunes (vencedora do “BBB16”) e Aritana Maroni (ex-Fazenda e ex-MasterChef), além da modelo Tati Minerato e do ex-jogador Aloísio Chulapa.

É gente com potencial para fazer o público rir, quando não chorar de rir, se metendo em barracos, fazendo trapalhadas, cometendo erros em provas ou dizendo besteiras. Como uma que Marlon disse para a mulher, incentivando-a na prova de estreia: “Bração firme, aquele bração que adora dar porrada em mim”.

Pela primeira vez, o “Power Couple” irá ao ar de segunda a sexta, o que promete mais dinamismo ao programa. Acho que tem tudo para dar certo, ainda mais se Gugu, como anunciado, tiver liberdade para comandar a bagunça.

Veja também
Gugu descarta apresentar “A Fazenda” e reclama de “patrulha” na TV
Funkeiro Créu ganha carro em prova do “Power Couple”; Munik perde e chora


Comentários são sempre muito bem-vindos, mas o autor do blog publica apenas os que dizem respeito aos assuntos tratados nos textos.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo