Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Com roteiro mecânico, Sophia Mãos de Tesoura se tornou uma vilã previsível

Mauricio Stycer

05/04/2018 05h01


Grande vilã de "O Outro Lado do Paraíso", Sophia (Marieta Severo) entrou numa bizarra rotina de crimes repetidos. Ela não é uma serial killer, obcecada, mas matou todas as suas vítimas – quatro, até agora – em consequência de uma série idêntica de acontecimentos.

O ponto de partida é sempre o mesmo: a vilã é chantageada após a descoberta de que matou um certo Agenor no passado, quando era prostituta. Quem conhece essa história é Caetana (Laura Cardoso), que já era do ramo na época.

Para preservar o segredo, a vilã já matou o segurança do prostíbulo de Pedra Santa, Laerte (Raphael Vianna), uma prostituta da casa, Vanessa (Fernanda Nizzato), seu maior capanga, Rato (Cesar Ferrario), e agora seu amante, Mariano (Juliano Cazzaré).

Todos foram mortos da mesma forma. Depois de chantagear a vilã, foram golpeados com a afiada tesoura de Sophia. Com exceção de Vanessa, as outras três vítimas eram bem mais fortes do que ela, mas foram engambelados.

Antes de matar Mariano, Sophia confessou para ele os três assassinatos que já havia cometido. Não havia nenhuma razão para fazer isso. Confrontada pelo garimpeiro, ela poderia simplesmente ter desmentido. Mas, didaticamente, recapitulou todas as suas façanhas criminosas. E o inteligente Mariano, depois de ouvir que ela matou três pessoas que tentaram chantageá-la, fez a mesma coisa: tentou chantagear a vilã. E aceitou abraçá-la. Levou uma tesourada, claro. Em tempo: segundo spoiler divulgado pelo site Notícias da TV, Mariano vai ressuscitar (hahaha).

Os vilões de "O Outro Lado do Paraíso", aliás, repetem um outro padrão – gostam de revelar seus crimes sem razão maior. Isso já aconteceu não só com Sophia, mas com outros três personagens.

Natanael (Juca de Oliveira) recapitulou todas as maldades que cometeu diante de Beth (Gloria Pires) e do filho, Henrique (Emilio de Melo), que ouviu a confissão escondido. Não havia a menor necessidade da confissão já que Beth sabia de tudo. Ao final da cena, sofreu um ataque cardíaco e morreu.

Já Renato (Rafael Cardoso) foi desmascarado por Clara (Bianca Bin) no dia do casamento. Mas, em vez de desmentir e ir embora, como faria qualquer criminoso, ele fez questão de expor publicamente tudo que planejava, inclusive matar a mocinha da novela. E ela não fez nada depois de ouvir a revelação.

Por fim, como me lembraram vários leitores, aqui nos comentários e na página no Facebook, esqueci de falar do delegado Vinícius (Flávio Tolezani), que também cometeu "sincericídio" no tribunal, durante o seu julgamento, e confessou o crime de pedofilia. Poderia muito bem negar as acusações até o fim.

UOL Vê TV: Sete coisas que irritam em "O Outro Lado do Paraíso"

Veja também
Por que a saga de Clara na novela lembra tanto "O Conde de Monte Cristo"?
Trama de O Outro Lado do Paraíso lembra filme americano; Globo nega plágio
Capanga da vilã Sophia faz referência ao 1º papel de Marieta Severo na TV


Comentários são sempre muito bem-vindos, mas o autor do blog publica apenas os que dizem respeito aos assuntos tratados nos textos.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.