Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Catia Fonseca promete programa para a “família”, mas entrega mix de sempre

Mauricio Stycer

01/03/2018 16h00


Com exceção do cenário, maior, mais bonito e moderno, “Melhor da Tarde” lembrou muito “Mulheres”, programa que Catia Fonseca apresentou por 15 anos na Gazeta. A promessa de uma atração para “toda família”, como a apresentadora havia anunciado, não se concretizou nesta quinta-feira (01), na estreia na Band.

Com o mix de sempre – receitas, leitura de tarô e fofocas requentadas – “Melhor da Tarde” se escora no carisma da apresentadora e na estrutura da Band. Na estreia, com a presença da dupla Fernando & Sorocaba, o som falhou, mas são erros que acontecem. Quem sabe faz ao vivo, ensinou Faustão.

O programa se divide em dois. A primeira hora, a partir das 14h, é exclusivamente local, para o mercado paulista. A estreia foi cansativa – um tour pelas instalações da Band recheado por ações comerciais feitas nos corredores da emissora. A segunda hora, a partir das 15h, alcança o mercado nacional. É aí que apareceram o espiritualista, o colunista de celebridades e o chef de cozinha.

Do ponto de vista comercial, algo muito importante para a emissora, a estreia pareceu um sucesso – “Melhor da Tarde'' tem patrocinador e começou recheado de ações publicitárias ao vivo.

É injusto julgar qualquer programa de televisão pela sua estreia. Uma atração como “Melhor da Tarde” é um projeto para alguns anos e, claro, vai encontrar seu formato ideal com o tempo. Mas não posso deixar de registrar que a expectativa criada, de algo novo, não se realizou.

A estreia de Catia também foi bem recebida pela audiência. Segundo dados preliminares do Ibope, a atração alcançou 2,5 pontos – um aumento de 79% em relação à média da Band dos dois últimos meses. Cada ponto equivale a 71.855 domicílios na Grande São Paulo.

Em tempo: Catia trocou a Gazeta, onde estava havia 15 anos, pela Band em um episódio rumoroso. Por volta das 12h do dia 12 de dezembro do ano passado, o colunista Flavio Ricco informou que a apresentadora havia chegado a um acordo com a Band. Poucas horas depois, ao vivo, no “Mulheres”, Catia desmentiu a notícia. Assim que terminou o programa, ela conta que recebeu uma proposta da Band. Ela, então, dirigiu-se ao Morumbi, ouviu o que tinham a oferecer para ela, aceitou e assinou um contrato por dois anos.

Especialistas em recursos humanos consideram esta forma de contratação um “case” extraordinário, digno de estudos em faculdades de administração.

Veja também
“Recebi proposta da Band após desmentir notícia'', diz Catia Fonseca
Catia diz estar pronta para brigar por audiência: “Não tem essa de amizade''

Comentários são sempre muito bem-vindos, mas o autor do blog publica apenas os que dizem respeito aos assuntos tratados nos textos.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.