! “Fátima, sua linda, maravilhosa, você tem que desfilar”, diz Sabrina Sato - Blog do Maurício Stycer - UOL

Blog do Mauricio Stycer

“Fátima, sua linda, maravilhosa, você tem que desfilar”, diz Sabrina Sato

Mauricio Stycer

12/02/2018 01h53


Numa noite até então sem maiores sustos e emoções, o maior destaque do início do Carnaval na Globo neste domingo (11) ficou no próprio camarote da emissora. Usando um vestido com transparência e um aplique no cabelo, Fátima Bernardes roubou a cena.

O seu encontro com a rainha da bateria da Vila Isabel, resumiu bem a situação. “Fátima, sua linda, maravilhosa!!!”, gritou Sabrina Sato assim que a viu. “Agora, você tem que desfilar. Olha só o corpo. Linda desse jeito. Vamos colocar ela pra sair na Vila Isabel.”

Sem graça, Fátima agradeceu e implorou: “Vamos mudar o rumo dessa prosa”. Mas a apresentadora da Record insistiu: “Coloca uma enquete”. O blog aproveita a sugestão de Sabrina e quer saber:

Você acha que Fátima Bernardes deveria desfilar no Carnaval?

Resultado parcial

Total de votos
Total de votos

Mais cedo, um passista da São Clemente já havia pedido Fátima em casamento. A cena, cômica, ocorreu durante uma entrevista da repórter Marina Gross com Douglas, que trazia uma marmita com frango assado. “Douglas, se eu te falar que esta máscara aqui, a Fátima Bernardes deu um beijinho, rola uma troca?”, sugeriu a repórter. “Sério? Com certeza”, disse.

E empolgado, ele propôs: “Eu vim disposto a arrumar um casamento. Então, eu vou trocar é agora. E pode esperar, Fátima Bernardes. Eu vou atravessar a avenida com a aliança e já já estou chegando aí. Pode esperar.” Fátima se assustou com a brincadeira: “Que isso, Mariana. Não me arruma essas complicações”.

Com exceção deste pequeno incidente, “Fatinha”, como é chamada por Alex Escobar, seu colega no camarote da Globo, estava, realmente, muito à vontade.

Veja também

Fátima Bernardes usa look com transparência e decote para cobrir Carnaval
Fátima Bernardes virou pauta do próprio programa, e isso é bom para ela

Comentários são sempre muito bem-vindos, mas o autor do blog publica apenas os que dizem respeito aos assuntos tratados nos textos.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo