Blog do Mauricio Stycer

Jornal da Record junta Bíblia e notícias atuais para promover Apocalipse

Mauricio Stycer

01/02/2018 05h01

No esforço de levantar a audiência da novela “Apocalipse”, a Record envolveu até o seu principal telejornal. Nesta quarta-feira (31), foi ao ar o primeiro episódio de “uma série de reportagens”, intitulada “O fim dos tempos”, dedicada a sugerir uma aproximação entre notícias sobre tragédias contemporâneas e os textos bíblicos.

Da forma bem heterodoxa, o “Jornal da Record” misturou propaganda escancarada da novela, entrevistas com religiosos e depoimentos de uma vitima de terremoto no Haiti e de um sobrevivente do terrorismo em Mali.

Dramático, o repórter Leandro Stoliar apresentou um dos casos: “No Mali, ele viu de perto um dos horrores da atualidade e, talvez, mais um sinal dos tempos: a ação do grupo terrorista Boko Haram”. E acrescentou: “A sina de Mamadu, vítima do terrorismo, é uma entre milhões de histórias de vida que simbolizam o apocalipse dos dias de hoje”.

O mesmo repórter explicou que nos próximos dias a novela entra numa fase crítica, em que mostrará o arrebatamento – “o momento em que os justos serão arrebatados”, ensinou.

Celso Freitas e Adriana Araújo também foram obrigados a tomar parte desta ação constrangedora, com duração de nove minutos. “A novela ‘Apocalipse’ vai ter capítulos imperdíveis nos próximos dias e as cenas do arrebatamento vão ao ar na próxima terça-feira”, informaram.

Não é incomum emissoras de TV usarem seus telejornais para promover produtos de outras áreas. Mas esta série do “Jornal da Record” foi além da mera propaganda ao tentar convencer o espectador a respeito da atualidade dos escritos bíblicos.

Veja também
Record elege telejornal local como “bode expiatório” de erro feito na grade
Propaganda religiosa fica mais explícita em trama bíblica nos dias atuais
Cristina Padiglione: Record promove chacina em Apocalipse

Comentários são sempre muito bem-vindos, mas o autor do blog publica apenas os que dizem respeito aos assuntos tratados nos textos.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo