Blog do Mauricio Stycer

Família Marinho escala executivo profissional para presidir o Grupo Globo

Mauricio Stycer

14/12/2017 14h47

Jorge Nóbrega (dir.), vice-presidente executivo do Grupo Globo, assumiu nesta quinta-feira (14) a presidência da empresa. O anúncio foi feito por Roberto Irineu Marinho, que, aos 70 anos, deixa a função e passa a atuar apenas como presidente do conselho de administração.

É a primeira vez que o Grupo Globo será presidido por um executivo de fora da família Marinho. “Quero deixar muito claro que a Família Marinho não se afastará nem por um milímetro do Grupo Globo. Somos e queremos continuar sendo uma empresa familiar com gestão profissional”, afirma Roberto Irineu no comunicado divulgado nesta tarde.

Nóbrega está na empresa desde 1997, quando começou a trabalhar no processo de governança corporativa respondendo diretamente aos acionistas e apoiando na relação família-empresa. Foi ele que coordenou o processo de restruturação financeira em 2002. Organizou e ocupou a direção de Gestão Corporativa em 2007 e tornou-se vice-presidente executivo em 2012.

“Concluí que eu, ao completar 70 anos, deveria me concentrar nas atribuições de presidente do Conselho de Administração”, disse Roberto Irineu. O olhar estratégico de Roberto no comando do Conselho, aliado à competência de gestão de Jorge Nóbrega, dará à empresa maior capacidade e agilidade de transformação, informa a nota oficial.

A nota destaca, ainda, uma função importante do novo presidente: Jorge Nóbrega afirma que tem o compromisso de estimular ainda mais a sinergia entre os negócios do Grupo para atuar de forma cada vez mais integrada, investindo em inovação e no desenvolvimento dos talentos. “Vamos continuar buscando o novo, não por pura novidade, mas porque é nele que nos fortalecemos”, completa Jorge.

João Roberto Marinho continuará como vice-presidente do Conselho atuando na liderança das áreas editoriais e institucional e José Roberto Marinho seguirá como vice-presidente do Conselho voltado para responsabilidade social, presidindo a Fundação Roberto Marinho. Roberto Marinho Neto e Paulo Marinho, membros da quarta geração da família, atuam como executivos em áreas importantes do Grupo e também como membros do Conselho de Administração, diz ainda a nota oficial.

Veja também
Afastamento de Roberto Irineu da presidência cria intermediário entre família e direção-geral da Globo

Imagem no alto: Divulgação

Comentários são sempre muito bem-vindos, mas o autor do blog publica apenas os que dizem respeito aos assuntos tratados nos textos.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo