Blog do Mauricio Stycer

Rafael Ilha explica por que fugiu do estúdio e deixou Porchat na mão

Mauricio Stycer

16/11/2017 05h01


Uma das imagens mais curiosas da TV em 2017, a fuga de Rafael Ilha do estúdio da Record assim que terminou o “Power Couple” (acima), finalmente ganhou uma explicação. Quase cinco meses depois do episódio, o ex-Polegar contou a Fábio Porchat por que foi embora e não participou do talk show em junho.

Ilha havia se desentendido com Sylvinho Blau Blau durante o reality e se dirigiu à Record, no dia da final, decidido a bater no cantor. “Sou um cara extremamente bem-humorado”, contou Ilha a Porchat nesta terça-feira (14). Porém… “Eu tinha dito que eu ia dar uma porrada na cara do Silvinho. Era sério. O cara roubou dentro da casa, roubou nas provas… e me chamar de ‘rato’. Fiquei bravo”, disse (veja a explicação abaixo).

Para piorar, durante o episódio, ao vivo, ele foi confrontado por Diego Cristo. E ficou ainda mais irritado. “Depois fui pensando: não vou estragar a festa da final do ‘Power Couple’. Eu não vou estragar a festa da Record”, disse, explicando a corrida que deu assim que os créditos começaram a aparecer na tela.

No dia da final do “Power Couple”, Porchat entrou ao vivo, no momento seguinte, e manifestou surpresa e frustração com o sumiço de Ilha. “Pra mim, pra audiência, ia ser maravilhoso”, disse, ao saber da intenção do cantor de brigar com Blau Blau e Cristo. “Ia ajudar a gente”, confirmou Paulo Vieira.

Veja também
Diego Cristo e Rafael Ilha trocam farpas em final do “Power Couple”
Rafael Ilha chegou a ir embora no meio da final do Power Couple, mas voltou

Comentários são sempre muito bem-vindos, mas o autor do blog publica apenas os que dizem respeito aos assuntos tratados nos textos.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo