Blog do Mauricio Stycer

Há 29 anos, Chico Anysio fazia piada com propostas de João Doria

Mauricio Stycer

23/10/2017 14h28

Não bastassem as críticas que têm recebido por causa de propostas polêmicas à frente da prefeitura de São Paulo, João Doria voltou a ser lembrado por piadas feitas à época de sua atuação no comando da Embratur, nos anos 1980.

Um trecho do programa de Chico Anysio, de 1988, voltou a circular nas redes sociais depois que o prefeito de São Paulo foi criticado por sua proposta de oferecer um composto alimentar para famílias em situação de miséria.

A piada de Chico Anysio (1931-2012) com Doria evoca a proposta que fez, em 1987, de transformar a caatinga nordestina em atração turística. Como registrou “O Globo”, na época, o então presidente da Embratur apresentou os seus planos em um debate em Fortaleza:

“A caatinga nordestina poderia ser um ponto de visitação turística e gerar uma fonte de renda para a população sofrida da área, respeitando as características culturais e humanas da população, sem exploração da miséria”, disse ele, segundo o jornal.

Na pele de Neide Taubaté, Chico Anysio exibiu um esquete no qual entrevista Joana Doria Filha, “que se autointitula técnica mundial de turismo e que acaba de chegar de um famosésimo congresso, onde as suas teorias foram unanimemente consideradas repugnantes.”

No papel de Joana Doria, Arlete Salles defende sua ideia: “Se a sua casa for de mau gosto alguém a visitará?”, diz, sugerindo “aplicar as normas de decoração ao país”.

Neide Taubaté observa: “Se não me engano, as suas teorias em como redecorar o Nordeste foram unanimemente rejeitadas”. E Joana Doria diz que as críticas vieram de uma minoria. “Uma escória comunista assexuada que não aceita que acarpetemos o sertão, que asfaltemos a caatinga.”

O esquete completo pode ser visto aqui.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo