Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Ator que foi bandido em “Pega Pega” prende Rubinho em “A Força do Querer”

Mauricio Stycer

09/10/2017 23h01


Ator tem que ser versátil e nada prova melhor esta exigência do que o desempenho recente de Lucci Ferreira. Ele apareceu nos últimos dias em "A Força do Querer", na Globo, na pele do policial Werneck, o chefe do grupo enviado por Caio (Rodrigo Lombardi) para prender Rubinho (Emílio Dantas). E esteve, até dois meses atrás, em "Pega Pega", no papel de um criminoso.

O capítulo desta segunda-feira (9) terminou justamente com a cena da prisão do traficante. Segundo spoiler já divulgado pela Globo, Rubinho ainda vai tentar subornar Werneck e seus colegas no capítulo de terça-feira (10), mas sem sucesso.

Curiosamente, até o início de agosto, Lucci Ferreira viveu um personagem em tudo oposto a Werneck. Ele era Cassio, um ex-sócio de Eric (Mateus Solano), que enveredou para o mau caminho em "Pega Pega", novela exibida pela Globo no horário das 19h30..

Interesseiro, ele tentou subornar o ex-sócio, numa ação que envolveu Luiza (Camila Queiroz) e a polícia. Acabou preso no mesmo presídio em que estava Timóteo (Cacá Amaral). No início de agosto, em uma tentativa de fuga, Cassio morreu.

E o ator reapareceu, dois meses depois, como o policial que acabou com a farra de outro bandido, o Rubinho de "A Força do Querer".

Quem notou a dupla aparição recente de Lucci Ferreira na TV foi o amigo Nilson Xavier, que mantém um blog no UOL.

Veja também
Ator que fez rei em "O Rico e Lázaro" vira malandro em "A Força do Querer"

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.