Blog do Mauricio Stycer

Culpado por morte nem estava em “Os Dias Eram Assim” na época do crime

Mauricio Stycer

15/09/2017 09h42


Exibida no final de maio, a morte de Arnaldo (Antonio Calloni) em “Os Dias Eram Assim” foi esclarecida no capítulo desta quinta-feira (14), quase quatro meses depois. A solução do “quem matou” foi original: Ernesto (José de Abreu), que confessou o crime (cena acima), não era personagem da supersérie na época do crime.

Esta solução surpreendeu todo mundo. O empresário Arnaldo foi assassinado no final da primeira fase da trama, na década de 70. Ele estava internado, quando alguém entrou em seu quarto no hospital e o matou.

Na época, o site Noticias da TV informou que o crime não constava nos capítulos originais e foi inserido em cenas enviadas aos atores posteriormente. Três eram os suspeitos iniciais: Cátia (Bárbara Reis), Josias (Bukassa Kabengele) e Amaral (Marco Ricca). Na reta final, Gustavo (Gabriel Leone) foi acusado pela morte do vilão.

Ernesto, um militar reformado, só entrou em “Os Dias Eram Assim” quando a trama avançou para a década de 80. Seria difícil algum espectador imaginar que um personagem que não existia na época da morte de Arnaldo pudesse ter cometido o crime. “Um absurdo”, protesta o leitor Mr. Novela, que me escreveu para comentar a cena.

Podemos dizer que as autoras, Ângela Chaves e Alessandra Poggi, fizeram mágica, ou recorreram a um golpe baixo, para surpreender os espectadores.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo