Blog do Mauricio Stycer

Com revelação de Ivana, “A Força do Querer” tem 2ª melhor audiência em SP

Mauricio Stycer

30/08/2017 12h43


O capítulo desta terça-feira (29) de “A Força do Querer” registrou média de 42 pontos no Ibope, em São Paulo (cada ponto equivale a 199.309 indivíduos). É o segundo melhor resultado da novela, só inferior ao alcançado no último dia 21 (42,3 pontos).

Arredondado os números, como é prática no mercado, pode ser considerado como recorde. É também o melhor resultado da novela em uma terça-feira. O capítulo teve share de 58%, ou seja, de cada dez aparelhos ligados, quase seis estavam sintonizados na novela.

Desde o capítulo final de “Império” (março de 2015), uma novela da Globo não registrava números tão altos.

No Rio, a média foi de 44 pontos (cada ponto equivale a 116.906 indivíduos), com share de 63%. Foi a segunda melhor média em “A Força do Querer” na cidade.

Os bons resultados do capítulo desta terça-feira confirmam o acerto de Gloria Perez ao tratar do drama de Ivana (Carol Duarte). A descoberta da menina de que é transexual, exibida com cuidado ao longo da novela, conquistou o público. Gloria Perez conseguiu evitar qualquer rejeição ao tema, considerado polêmico, como ocorreu, por exemplo em “Babilônia” (2015).

Impacto nas redes sociais

No monitoramento da Globo, o capítulo desta terça-feira foi o que gerou a maior repercussão nas redes sociais para “A Força do Querer”. No Twitter, foram 107 mil comentários, um crescimento de 221% comparado ao dia anterior e de 206% em relação à terça-feira passada. O episódio superou em 20% o volume de mensagens publicadas no capítulo de estreia.

A emissora também observou que os termos “transgênero” e “Tarso Brant”, que inspirou a história da personagem Ivana, estiveram entre os assuntos mais procurados na terça-feira no Google Trends, ferramenta do Google que registra a incidência de buscas.

Veja também
Drama de Ivana comoveu porque o público percebeu que ele era importante

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo