Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Com revelação de Ivana, “A Força do Querer” tem 2ª melhor audiência em SP

Mauricio Stycer

30/08/2017 12h43


O capítulo desta terça-feira (29) de "A Força do Querer" registrou média de 42 pontos no Ibope, em São Paulo (cada ponto equivale a 199.309 indivíduos). É o segundo melhor resultado da novela, só inferior ao alcançado no último dia 21 (42,3 pontos).

Arredondado os números, como é prática no mercado, pode ser considerado como recorde. É também o melhor resultado da novela em uma terça-feira. O capítulo teve share de 58%, ou seja, de cada dez aparelhos ligados, quase seis estavam sintonizados na novela.

Desde o capítulo final de "Império" (março de 2015), uma novela da Globo não registrava números tão altos.

No Rio, a média foi de 44 pontos (cada ponto equivale a 116.906 indivíduos), com share de 63%. Foi a segunda melhor média em "A Força do Querer" na cidade.

Os bons resultados do capítulo desta terça-feira confirmam o acerto de Gloria Perez ao tratar do drama de Ivana (Carol Duarte). A descoberta da menina de que é transexual, exibida com cuidado ao longo da novela, conquistou o público. Gloria Perez conseguiu evitar qualquer rejeição ao tema, considerado polêmico, como ocorreu, por exemplo em "Babilônia" (2015).

Impacto nas redes sociais

No monitoramento da Globo, o capítulo desta terça-feira foi o que gerou a maior repercussão nas redes sociais para "A Força do Querer". No Twitter, foram 107 mil comentários, um crescimento de 221% comparado ao dia anterior e de 206% em relação à terça-feira passada. O episódio superou em 20% o volume de mensagens publicadas no capítulo de estreia.

A emissora também observou que os termos "transgênero" e "Tarso Brant", que inspirou a história da personagem Ivana, estiveram entre os assuntos mais procurados na terça-feira no Google Trends, ferramenta do Google que registra a incidência de buscas.

Veja também
Drama de Ivana comoveu porque o público percebeu que ele era importante

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.