Blog do Mauricio Stycer

Só a Globo muda a programação e transmite votação histórica sobre Temer

Mauricio Stycer

02/08/2017 22h28


A votação em que a Câmara dos Deputados decidiu não autorizar a abertura de investigação contra o presidente Temer alterou a programação apenas da Globo. Todas as demais emissoras de TV aberta comercial mantiveram suas programações cotidianas.

A situação foi bem diferente da ocorrida em 17 de abril, quando a Câmera autorizou a abertura do processo de impeachment da então presidente Dilma pelo Senado. Naquela ocasião, apenas o SBT não alterou a sua programação normal, enquanto Globo, Record, Band e RedeTV! exibiram a longa sessão.

Nesta quarta-feira (02), a Globo interrompeu a novela “Novo Mundo” pela metade e passou a exibir a votação ao vivo, até às 21h55, aproximadamente. Por conta disso, deixou de exibir o seu telejornal regional, “Pega Pega”, “Jornal Nacional” e “A Força do Querer”. Renata Vasconcellos manteve o público informado sobre estas alterações à medida em que a votação avançava.

Band e RedeTV!, com programação vendida para igrejas no horário nobre, nem puderam dar flashes sobre o andamento da votação.

Ambas as votações foram consideradas históricas. A de 2016, abriu caminho para o afastamento de Dilma, aprovado pelo Senado em 12 maio, e o seu impeachment em 31 de agosto. A votação desta quarta-feira marcava a primeira vez em que um presidente da República foi denunciado no exercício do mandato por crime de corrupção passiva. Se a Câmara vetasse o parecer que foi a plenário, Temer seria julgado pelo STF.


Veja também

Deputados livram Temer de denúncia por corrupção e barram investigação no STF
Por decisão de Silvio Santos, SBT não vai cobrir o impeachment no domingo
Apesar da vitória no Ibope, desprezo pelo jornalismo é uma derrota do SBT

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo