Blog do Mauricio Stycer

Sem detalhes, saída de Evaristo Costa parece um “tapa na cara” da Globo

Mauricio Stycer

27/07/2017 14h14

Em um mercado tão competitivo e disputado quanto o de apresentadores de telejornais da Globo, a decisão de Evaristo Costa de deixar a bancada do “Jornal Hoje” é desconcertante.

O jornalista está abrindo mão de uma das posições mais cobiçadas no mercado. Trata-se de um dos quatro telejornais nacionais da emissora e o segundo principal em matéria de audiência.

A última mudança de impacto nestes programas havia ocorrido em outubro de 2015, quando Christiane Pelajo deixou o “Jornal da Globo”. Na ocasião, a emissora tornou pública a versão de que ela estava saindo a pedido. Pouca gente acreditou. Situação parecida ocorreu quando Patrícia Poeta deixou o “Jornal Nacional” em 2014.

Evaristo escreveu um roteiro diferente ao, de fato, tomar a iniciativa de sair. Sinal evidente disso são as maldades que começaram a circular sobre o suposto descontentamento interno com o seu trabalho.

Ao alegar “motivos pessoais” e não dar muitas pistas sobre as suas motivações, Evaristo abre espaço para estas e outras especulações. É um preço a pagar, um risco que, aparentemente, ele sabe que está correndo. “Fiz tudo certinho até aqui”, disse.

Chama muito a atenção no “vídeo de despedida” que postou nas redes sociais a ênfase que deu aos seus milhões de fãs e seguidores (veja abaixo). “Estes não vão se ver livres de mim tão cedo”, diz. É um recado claro de que tem noção a respeito do patrimônio que construiu – e não pretende abrir mão.

A palavra “Globo” não é mencionada no vídeo. Evaristo diz apenas: “São muitos anos fazendo a mesma coisa”, justificando a necessidade de “descansar”. Parece um “tapa na cara” da emissora.

A despedida no ar

Apresentando o “Hoje” pela última vez nesta quinta-feira (27), Evaristo se despediu de sua colega de bancada, Sandra Annemberg e do público. “Eu também me despeço do jornal hoje e de todos vocês. Esta foi minha última apresentação de tantas ao longo dos meus 14 anos aqui com vocês. Muito obrigado pelo carinho nesse tempo todo, e até breve. Obrigado também, Sandra, pela parceria”.

Sandra, por sua vez, também agradeceu o colega. “Obrigada eu por esses 14 anos nessa bancada, e eu te desejo todo o sucesso e toda a felicidade do mundo na nova caminhada”. “Muito obrigado, valeu”, respondeu Evaristo, bem-humorado, antes de emendar um “tem que encerrar ainda, né?”

Veja também
Evaristo Costa confirma saída da Rede Globo: “Preciso descansar”
Evaristo Costa se despede do “JH”: “Muito obrigado pelo carinho”

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo