Blog do Mauricio Stycer

Até onde pode chegar a audiência de “A Força do Querer” em São Paulo?

Mauricio Stycer

21/07/2017 16h13


O capitulo 94 de “A Força do Querer”, exibido pela Globo nesta quinta-feira (20), registrou 39,4 pontos no Ibope, o melhor resultado em São Paulo desde a estreia, em 3 de abril. A novela de Gloria Perez acumula média de 32,8 pontos até o momento.

Com estes números, “A Força do Querer” supera, comparado com o mesmo número de capítulos, as últimas seis novelas das 21h – “A Lei do Amor”, “Velho Chico”, “A Regra do Jogo”, “Babilônia”, “Império” e “Em Família”. Como apontei em maio, desde o início, o parâmetro de comparação para a novela de Gloria Perez em matéria de audiência tem sido “Amor à Vida”, de Walcyr Carrasco, exibida entre 2013 e 14.

Com médias semanais crescentes, já se especula se a novela de Gloria Perez será capaz de superar “Amor à Vida”, que terminou com média de 35,51 pontos. Não é impossível. Com cerca de 80 capítulos pela frente, até meados de outubro, “A Força do Querer” mostra ter fôlego para alcançar a audiência da novela de Carrasco.

Na análise dos números da atual novela das 21h não é possível ignorar o “fator Simba”. Desde o dia 29 de março, Record, SBT e RedeTV! estão fora dos pacotes das operadoras de TV paga. O impacto em matéria de audiência foi terrível para as três emissoras, mas elas já recuperaram parte do que perderam.

“A Força do Querer” estreou justamente no pior momento de Record e SBT. E, evidentemente, aproveitou a oportunidade. Com base nas perdas das concorrentes, o pesquisador Fabio Dias, especialista em audiência de novelas, estima que a trama da Globo “ganhou” 2 pontos, em média, graças ao Simba.

Sem esta “ajuda”, a média de “A Força do Querer” estaria mais perto da de “Império”, de Aguinaldo Silva, do que da “Amor à Vida”. Mas Gloria Perez não tem culpa nenhuma pelo erro estratégico da Simba.

Média final de audiência em São Paulo

A Lei do Amor: 27,16 pontos
Velho Chico: 28,97
A Regra do Jogo: 28,48
Babilônia: 25,45
Império: 32,71
Em Família: 29,63
Amor à Vida: 35,51
Salve Jorge: 33,96
Avenida Brasil: 38,9
Fina Estampa: 39,2

O que é real e o que é inventado na história de Bibi em A Força do Querer?

Veja também
Novela sobre mulheres fortes, A Força do Querer tem melhor início desde 2013
Super Jeiza: 9 habilidades da heroína de “A Força do Querer”

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo