Blog do Mauricio Stycer

Globo imita Record e capítulo de novela em novo horário vira “especial”

Mauricio Stycer

17/05/2017 11h51


A situação parece complicada para “Os Dias Eram Assim”, a novela das 23h da Globo. Com números de audiência baixos e pesquisas apontando que o espectador não compreende a trama, a emissora resolveu apelar e está promovendo o capítulo desta quinta-feira (18) como “especial”.

A principal novidade é a alteração do horário de exibição. Em vez de ir ao ar depois de “Vade Retro”, como vinha acontecendo desde a estreia da série, “Os Dias Eram Assim” entra na grade imediatamente depois de “A Força do Querer”. É uma mudança que implica em enorme impulso no Ibope.

Em São Paulo, por exemplo, na última semana, a novela das 23h marcou 21,8 pontos na segunda-feira (08), quando é exibida depois da novela de Gloria Perez, e 11,4 pontos na quinta (11), ao passar depois de “Vade Retro”.

Questionei a Globo sobre o que haverá de especial no capítulo e a emissora, de certa forma, confirmou que não há nada: “É uma estratégia de programação por conta de um capítulo especial, o desdobramento do casamento da personagem da Sophie Charlotte, que já começou ontem (16).”

A técnica de chamar como “especial” algum capítulo no meio da trama tem sido usada pela Record com suas novelas bíblicas. Em “Os Dez Mandamentos” e em “Terra Prometida”, a emissora fez grande promoção de capítulos que exibiriam cenas de maior impacto, com efeitos especiais – e viu a audiência ficar acima da média nestes dias.

No capítulo desta quinta (18) de “Os Dias Eram Assim”, Gustavo (Gabriel Leone) voltará para casa, depois passar uma temporada na prisão (imagem no alto). Ele ficou detido até o dia do casamento de Alice (Sophie Charlotte) e Vitor (Daniel de Oliveira), exibido no capítulo desta terça (16). Já no Chile, Renato (Renato Góes) descobrirá, em uma carta enviada pela mãe, sobre o casamento de sua amada Alice.

“Vade Retro” vai ar, nesta quinta-feira, depois de “Os Dias Eram Assim”.

Veja também
Sem ambição, Os Dias Eram Assim exibe versão da ditadura “para iniciantes”
Globo mudou “Anos Rebeldes” por supostos excessos da temática política

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo