Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Solene, Casoy avisa: se assinar a Sky, você vai pagar todos os seus pecados

Mauricio Stycer

06/04/2017 10h01


Assunto sério, a disputa comercial entre três canais de TV aberta e as principais operadoras de TV por assinatura no Brasil também está produzindo momentos inusitados.

Reunidas na Simba Content, Record, SBT e RedeTV! buscam ser remuneradas pela cessão de seus sinais às operadoras Net, Claro, Sky, Oi e Vivo. Enquanto não chegam a um acordo, os três canais estão desde o último dia 29 suspensos do cardápio destas empresas (com exceção da Vivo, que está negociando).

Segundo relatos das partes envolvidos no imbróglio, Net, Claro e Oi parecem dispostas a conversar com a Simba. Mas a Sky, a segunda maior, tem manifestado desinteresse grande em discutir o assunto.

Por este motivo, a operadora é alvo da fúria das emissoras. Nesta quarta-feira (05), telejornais de Record e RedeTV! fizeram reportagens com viés crítico sobre a Sky. Ambas abordaram reclamações de usuários, a dificuldade de cancelar assinaturas, a falta de qualidade do serviço e a queda no número de assinantes.

Em meio ao tom crítico usado pelos repórteres do "Jornal da Record" e "RedeTV News", me chamou a atenção um comentário do âncora Boris Casoy. Com toda a solenidade que o momento exigia, ele encarou a câmera e disse: "Se você, amigo telespectador, amiga telespectadora, tem muitos pecados, basta assinar a Sky. Você vai pagar por todos eles".

Imagine se, no futuro, a Sky se acertar com a Simba, o que Casoy dirá a seus espectadores?

Veja também
RedeTV! se despede da TV paga ensinando espectador a cancelar assinatura
Fora da TV paga, emissoras perdem espectador com maior poder de consumo
Na disputa entre canais abertos e operadoras, espectador é quem perde

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.