Blog do Mauricio Stycer

"A TV fica melhor quando contempla a diversidade”, diz Lázaro Ramos

Mauricio Stycer

22/03/2017 04h02

Quem conhece Lázaro Ramos apenas como ator vai se surpreender ao vê-lo diante de José Maria Beltrame, ex-secretário de Segurança do Rio, querendo saber: “O PCC está no Rio?” “Está”, responde o idealizador das UPPs (Unidade de Polícia Pacificadora).

O diálogo é um dos pontos altos da entrevista que marca a estreia da nova temporada de “Espelho”, o programa que Lázaro apresenta no Canal Brasil. No ar desde 2005, é o mais longevo do gênero hoje na TV brasileira. E a partir deste ano, em que as entrevistas vão ficar disponíveis também para não-assinantes do canal, poderá se tornar bem mais popular do que já é.

“Espelho” nasceu da vontade de Lázaro discutir questões relacionadas à autoestima negra. Mas cresceu e ampliou o seu leque de assuntos e preocupações. Entre os 26 entrevistados desta 12ª temporada, estão Leandra Leal, Ciro Gomes, Marcius Melhem, Agnaldo Rayol, Liniker, Mart´nália e Dira Paes. O programa estréia na próxima segunda-feira (27), às 21h30.

Em abril, na Globo, Lázaro volta a ser visto também em um outro projeto pelo qual tem muito carinho, a série “Mister Brau”, atuando ao lado da mulher, Tais Araújo. É a terceira temporada de um programa que o diário inglês “The Guardian” considerou “sem precedentes” por apresentar um casal negro e rico como protagonista. “A TV fica melhor quando consegue contemplar a diversidade”, diz ele, em entrevista ao UOL.

Na conversa, gravada na Globosat, em São Paulo, Lázaro fala sobre o seu esforço em afirmar a identidade negra e lidar com as reações, às vezes ofensivas, que recebe. “Tem algumas agressividades que ferem, que machucam, entristecem e dá vontade de parar e desistir. Procuro usar estas agressões para estabelecer diálogo”, observa, dizendo-se influenciado pelas leituras que faz de Martin Luther King Jr. (1929-1968), um dos mais importantes ativistas pelos direitos civis americanos.

O ator fala, ainda, sobre a nova temporada do “Espelho”, lembra da famosa entrevista com o músico Criolo, que virou meme, revela detalhes da nova temporada de “Mister Brau”, diz se voltará a atuar em novelas, conta quais são as suas séries favoritas e confessa estar viciado em “Game of Thrones”. Veja abaixo.

“Uso as agressões para estabelecer diálogo”

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo