Blog do Mauricio Stycer

Fernanda Montenegro: “Eu me lambuzei de cada momento que eu vivi”

Mauricio Stycer

14/02/2017 05h01

sanguelatinofernanda
Uma conversa comovente com Fernanda Montenegro marca a estreia da nova temporada de “Sangue Latino” nesta quarta-feira (15). O programa de entrevistas apresentado por Eric Nepomuceno no Canal Brasil, em seu sétimo ano, segue com a proposta de exibir entrevistas densas com personalidades da cultura latino-americana.

Com 70 anos de carreira, Fernanda fala muito sobre o “mistério” do ofício de interpretar. Citando o talento de “fenômenos poderosos”, como Procópio Ferreira (1898-1979), Jaime Costa (1897-1967) e Ronald Golias (1929-2005), ela observa que, mesmo diante de um texto “vagabundo”, “o demônio do comediante faz daquilo uma criação artística”.

A conversa envereda por temas mais existenciais também. “Você tem medo de morrer?”, pergunta Nepomuceno. “Eu tenho pena de morrer”, responde a atriz. Aos 87 anos, ela fala sobre o receio de perder a memória e diz respeitar quem defende a eutanásia.

Provocada a fazer um balanço de vida, Fernanda observa: “Vivi sempre muito intensamente. Nunca vivi histericamente. Às vezes, podem achar que sou contemplativa. Mas eu sei a carga de presença dos atos da minha vida. Eu não joguei fora nenhum momento. Eu me lambuzei de cada momento que eu vivi, que eu estou vivendo”, diz a atriz.

Dirigido por Felipe Nepomuceno, “Sangue Latino” é exibido às quartas-feiras, às 21h, com reprises aos sábados, às 16h30, e às terças, às 12h30. A temporada trará, ainda, entrevistas com Gregorio Duvivier, Luiz Carlos Barreto, Carmen Molina, Luís Ospina, César López, Sergio Cabrera, Juan Manuel Echavarría, Armando Freitas Filho e Juan Gabriel Vásquez.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo