PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

A culpa pelo papelão que Dudu Camargo está fazendo no SBT não é dele

Mauricio Stycer

26/01/2017 04h02

Muita gente reclama ou tripudia de Dudu Camargo, o menino de 18 anos que Silvio Santos transformou em apresentador de telejornais do SBT. Muitas das críticas se devem ao fato de ele ser espontâneo, autocentrado e sem medo algum do ridículo, como mostra o vídeo acima, que registra a sua entrada em cena na manhã desta quarta-feira (25).

Com estas características, Dudu Camargo parece talhado para o sucesso no mundo do entretenimento. O problema é que ele está no universo do jornalismo. O que ele está fazendo num telejornal é algo que só Silvio Santos sabe. Por este motivo, insisto que o garoto não tem culpa nenhuma pelo papelão que está fazendo.

Veja também
Silvio Santos não humilhou, e sim endossou Dudu Camargo em sabatina irônica
Qual é o problema de um garoto de 18 anos apresentar um telejornal?

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.