Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Mal-humorado, Jerry Lewis dá a melhor pior entrevista de todos os tempos

Mauricio Stycer

19/12/2016 16h17

jerrylewis
"The Hollywood Reporter", uma das principais publicações sobre o mercado de cinema e TV nos Estados Unidos, decidiu fazer uma série especial sobre nonagenários que ainda estão trabalhando. As primeiras nove entrevistas foram muito bem-sucedidas, até que a equipe se dirigiu à casa de Jerry Lewis, em Las Vegas.

Segundo o relato do jornalista Andy Lewis, divulgado nesta segunda-feira (19), deu tudo errado. Famoso por dificultar o trabalho de repórteres, Jerry Lewis, que fará 91 anos em março, manifestou irritação com o excesso de equipamento, o número de pessoas e o tempo que a equipe do "Hollywood Reporter" demorou para fazer o trabalho.

Quando a entrevista começa, Jerry Lewis expõe todo o seu desconforto com uma série de respostas monossilábicas. Primeira pergunta: Nunca pensou em se aposentar? "Por quê?" Em nenhum momento você pensou: talvez seja a hora de aposentar? "Por quê?". Como faz para continuar produzindo material original? "Trabalhando nisso." Como Las Vegas mudou desde 1947? "Continua exatamente a mesma". Como faz para manter um público assíduo em seus espetáculos? "Aviso que vou me apresentar e eles aparecem". E por aí vai, até o fim, por longos sete minutos.

Como seria de se esperar, o jornalista do "Hollywood Reporter" ficou bem chateado. Mas é impossível não se divertir com a performance de Jerry Lewis. Ele eleva o mau humor à potência máxima a que um idoso tem direito e transforma o encontro na melhor pior entrevista de todos os tempos.

Veja abaixo (em inglês):

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.