PUBLICIDADE
Topo

O dia em que Silvio Santos foi hipnotizado e "viu" Helen Ganzarolli pelada

Mauricio Stycer

26/09/2016 01h13

Em outubro de 2015, em meio à guerra de audiência com Rodrigo Faro, Eliana apelou a um "show de hipnose" para tentar reverter os números do Ibope a seu favor. Por 30 minutos, o hipnólogo Rafael Baltresca, aparentando a maior seriedade, fez sete cobaias passarem por diferentes experiências no palco. Foi um espetáculo patético e constrangedor, sem nenhum efeito prático – o SBT perdeu da Record por 8 a 11 naquele domingo.

Quase um ano depois, neste domingo (25), Silvio Santos recorreu ao mesmo hipnólogo para um show em seu programa. Mas Silvio não é Eliana. O dono do SBT transformou o número de hipnose numa palhaçada completa, das mais engraçadas.

No vídeo acima, é possível ver o momento em que o próprio Silvio foi hipnotizado e viu Helen Ganzarolli totalmente nua. O apresentador ri de tudo, até mesmo quando está "dormindo". Mais tarado do que nunca, Silvio se divertiu demais. Depois, "apaixonado" por Cabrito Tevez, saiu correndo atrás do humorista pelo palco. Imperdível.

Veja também
Em "guerra" com Faro, Eliana recorre a "show de hipnose" constrangedor

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

Mauricio Stycer