Blog do Mauricio Stycer

"Não tem Pokémon na escada!", avisa voluntária na Rio-2016

Mauricio Stycer

16/08/2016 09h01

parqueolimpico2

A jornalista Mirella Nascimento, editora de TV e Famosos do UOL, tirou uns dias de folga para aproveitar os Jogos Olímpicos e contou esta história saborosa sobre a sua passagem pelo parque olímpico no Rio:

Lançado no Brasil às vésperas da Olimpíada, o jogo para celular “Pokémon GO” é um sucesso no país e não ficou de fora da Rio-2016.

Desde que comecei a acompanhar os Jogos, na quinta-feira passada, encontrei vários mestres Pokémon em todas as sedes por onde andei. Outro dia, na arena do vôlei de praia, presenciei a angústia de um gringo dividido entre assistir ao embate entre americanos e austríacos ou capturar mais um Zubat (o Pokémon que parece um morcego, um dos mais comuns do jogo) para sua Pokédex.

Na final dos 100m, prova mais famosa do atletismo, entre as bandeiras da Jamaica e dos Estados Unidos, tremulava no Engenhão uma bandeira do Brasil com uma pokébola no centro. Uma amiga que assistiu a uma partida de badminton no Riocentro contou que um grupo de garotos circulavam vestidos de Pikachu enquanto voluntárias anunciavam “Meninas, aqui tem uns Pokémon pra vocês pegarem”.

Mas, pra mim, a prova definitiva de que “Pokémon GO” entrou mesmo na rotina dos Jogos veio enquanto eu deixava o Parque Olímpico da Barra nesta segunda (15) à noite em direção ao terminal de ônibus. Com um megafone, a voluntária dava dicas de segurança e localização aos espectadores que desciam uma longa escada provisória:

— Não corram nas escadas!
— Saída pra Zona Sul à esquerda!
— Não desçam olhando para o celular!
— Não tem Pokémon na escada!

Foto: Geraldo Bubniak/AGB/Estadão Conteúdo

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo