PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

“Todos os programas do Multishow são de humor antigo”, diz Carlos Alberto

Mauricio Stycer

26/04/2016 12h12

Pouco antes de completar 80 anos, em março, Carlos Alberto de Nóbrega foi surpreendido pelo convite do SBT para antecipar a renovação de seu contrato anual, estendendo-o até 2019. Foi a primeira vez que isso ocorreu na carreira do comediante.

"Minha ida à Globo mexeu com o SBT", contou Nóbrega em uma ótima entrevista ao UOL Vê TV, citando a sua participação no "Ta no Ar". Com enorme franqueza, ele tratou de todos os assuntos propostos.

Contou que veta piadas em "A Praça É Nossa" para não ofender as crianças que assistem o programa. Classificou os programas de humor do Multishow (Tom Cavalcanti, Ceará etc) como "antigos". Explicou a polêmica com o humorista Batoré ("quem pediu a demissão dele foi o Silvio"). Falou da participação da mulher no "Mulheres Ricas" ("fiquei com vergonha alheia").

Sobre Silvio Santos, contou várias histórias. Lembrou da "ciumeira" entre o dono do SBT e Boni, o ex-executivo da Globo. Falou do carro do Patrão, o mais feio no estacionamento da emissora. E disse não imaginar a emissora sem ele. "Silvio Santos vai ter que viver até os 100 anos, que nem Roberto Marinho".

Veja abaixo trechos selecionados. E, no fim, a íntegra da conversa.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.