Blog do Mauricio Stycer

Apesar da vitória no Ibope, desprezo pelo jornalismo é uma derrota do SBT

Mauricio Stycer

18/04/2016 07h19

A decisão de Silvio Santos de não mostrar a cobertura do impeachment durante a tarde e boa parte da noite de domingo (17) resultou em excelente resultado no Ibope. Depois de muito tempo em terceiro lugar, o SBT recuperou a vice-liderança enquanto todas as outras emissoras transmitiam ao vivo de Brasília.

Na média das 24 horas, a emissora registrou 6,7 pontos, contra 13 da Globo e 5,1 da Record. A emissora não registrava 6,7 de média nas 24 horas desde 05 de julho de 2015, quando marcou 6,9.

O sucesso da estratégia pode dar margem a uma interpretação equivocada – a de que a população não estava interessada no processo de impeachment. Não é isso que mostram os números. Verdade que o SBT ficou em segundo lugar com a sua programação normal, mas a soma da audiência de todas as emissoras que exibiram e debateram a votação é três vezes maior que a da emissora de Silvio Santos.

O desinteresse de Silvio Santos pelo jornalismo é notório e antigo. A história do SBT registra alguns investimentos nesta área, mas raramente houve uma política clara para este departamento.

Silvio Santos mostrou mais uma vez não estar preocupado com o prestígio do seu jornalismo. Construiu a sua emissora desse jeito e não dá sinal algum de que mudará de ponto de vista. Para ele, os números de audiência confirmam o seu ponto de vista.

Para os jornalistas da casa, porém, a sensação é de derrota. Como qualquer profissional, os do SBT sabiam que o domingo era um dia especial e histórico. Trabalhar e não ver o seu esforço na tela foi uma frustração enorme.

O jornalista Sergio Utsch, correspondente da emissora na Europa, expressou esta sensação no Twitter. Escrevi que o SBT não cobriu o impeachment por decisão de Silvio Santos. Ele me corrigiu e disse: “Com todo respeito, está cobrindo sim. Com um grande e aguerrido time. Não está transmitindo. É diferente.”

Atualizado às 15h

Veja também
Por decisão de Silvio Santos, SBT não vai cobrir o impeachment no domingo

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo