Blog do Mauricio Stycer

“Power Couple” parece quadro de programa de auditório, mas diverte bem

Mauricio Stycer

13/04/2016 00h45

Sem planos de exibir a “Fazenda” em 2016, a Record recrutou o apresentador e o diretor do reality, Roberto Justus e Rodrigo Carelli, para tocarem “Power Couple”, que estreou nesta terça-feira (12).

Formato israelense, já vendido para meia dúzia de países, é um jogo disputado por oito casais “famosos”, que duelam em provas típicas de gincana, todos em busca do prêmio final, que pode chegar a R$ 1 milhão.

Os participantes brasileiros são, em sua maioria celebridades no ocaso da glória, como Gretchen, o ex-jogador Tulio, a ex-paquita Andrea Sorvetão, o ex-pugilista Acelino Freitas, o Popó, e a cantora Simony. O publicitário Justus resumiu com perfeição: “Raramente vi na TV brasileira um casting com essa qualidade”.

Na estreia, os casais foram submetidos a duas provas. Na primeira, os homens tinham que fazer uma tarefa braçal (arrumar uma cozinha) enquanto respondiam a perguntas sobre a intimidade de suas mulheres. Na segunda, elas precisavam estacionar carros sob orientação dos maridos.

Ambas as tarefas renderam momentos bem engraçados, por conta de erros e desencontros. Vendo seu marido, Mario Veloso, atrapalhado na cozinha, Pietra disse: “Que falta faz a Maria”. Já Cristiana apostou zero em Tulio porque “ele não executa bem duas tarefas ao mesmo tempo”.

A julgar pelas provas do primeiro episódio, elas poderiam muito bem ser apresentadas como quadro semanal em programas de auditório (Faustão, Silvio Santos, Rodrigo Faro etc). Resta ver se vão continuar divertindo em uma atração que ficará no ar por três meses.


Veja também

Reality de casais estreia com beijos, desafios e confusões na Record
Novo reality da Record terá “quarto do líder” e privacidade para casais

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo