Blog do Mauricio Stycer

BBB16: Juliana tem 98% de menções negativas na internet; Ana Paula, 40%

Mauricio Stycer

22/02/2016 20h29

bbb16julianaanapaula
A julgar pelos comentários no Twitter, Facebook, blogs e Tumblr, o paredão desta terça-feira (23) já está decidido: Juliana deve deixar o programa.

Com base em 929 mil menções ao “BBBB16”, entre os dias 17 e 22 de fevereiro, é possível ter uma boa ideia de quais são os candidatos mais falados e como eles são mencionados nas redes sociais.

Juliana lidera o levantamento com 139 mil menções, mas um índice impressionante de comentários negativos (98%). Ana Paula aparece em segundo lugar, com 133 mil menções, mas 59% positivas.

Munik, a melhor amiga da jornalista mineira no confinamento, está igualmente bem na foto das redes sociais – é a terceira em número de menções (131 mil) e está muito bem avaliada (61% positivas). Seu outro aliado, Ronan, está igualmente com baixo percentual de menções negativas (só 1%).

Além de Juliana, os seus aliados são igualmente campeões em menções negativas. Tamiel (94%), Renan (80%) e Adélia (68%) não estão agradando no mundo digital.

O levantamento e os cálculos foram feitos pela empresa de monitoramento digital Torabit. Assim como outras plataformas de monitoramento, o sistema do Torabit varre palavras-chave (como “BBB16”) nas redes sociais, nos blogs, nos sites e portais. Uma vez capturadas as manifestações em torno da palavra-chave, o software conta todas as ações que os usuários produzem: as curtidas, os comentários e os compartilhamentos em cada plataforma social> Isso mostra o engajamento com determinada marca ou perfil.

Simultaneamente, uma equipe de analistas sociais define cada comentário de acordo com o seu sentimento: positivo, negativo ou neutro em torno de um assunto ou, por exemplo, do nome de um participante do Big Brother. Estes dados são processados pelo Torabit que emite relatórios – em gráficos e em planilhas – dando conta dos resultados (veja mais aqui).

Uma pesquisa anterior, realizada entre os dias 20 e 27 de janeiro, apontou resultados bem diferentes deste, num sinal que a percepção do público acompanha a dinâmica do reality show. Veja aqui.

bbb16rankingtwitterfevereiro1

Siga o blog no Twitter e no Facebook.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo