PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

Netflix divulga data de estreia de Orange is the New Black e mais 10 séries

Mauricio Stycer

17/01/2016 16h47

orangenetflix2016Em um evento em Los Angeles, neste domingo (17), a Netflix deu uma ideia de sua força ao divulgar as datas de estreia de onze séries que encomendou ou comprou, incluindo a quarta temporada de "Orange Is The New Black", marcada para 17 de junho.

Duas séries lançadas em 2015 terão segunda temporada este ano. "Unbreakable Kimmy Schmidt", criada por Tina Fey, com Ellie Kemper, retorna em 15 de abril. Já "Grace and Frankie", com Jane Fonda e Lily Tomlin, volta em 6 de maio.

Entre as novidades, a primeira a estrear é a comédia "Flaked", com Will Arnett, no papel de um guru californiano, em 11 de março. No dia 1º de abril, a empresa coloca no serviço "The Ranch", comédia com Ashton Kutcher, Danny Masterson, Sam Elliott e Debra Winger. Kutcher faz um jogador de futebol americano que volta para a casa, depois de anos longe, após uma carreira fracassada.

No dia 5 de maio estreia "Marselha", primeira produção da Netflix na França, com Gerard Depardieu no papel de prefeito da cidade, em uma história que fala de corrupção e poder. Já em 15 de julho, é a vez de "Stranger Things", uma ficção sobrenatural com Winona Ryder. E em 12 de agosto, o serviço lança "The Get Down", de Baz Luhrmann and Shawn Ryan, um drama ambientado em Nova York, nos anos 70.

Três séries para o público adolescente ou infantil também serão lançadas no período. "Lost & Found Music Studios" (1º de abril), "Kong, King of Apes" (15 de abril) e "Word Party" (3 de junho).

Abaixo, um teaser da quarta temporada de "Orange Is The New Black":

Veja também
Série "Jessica Jones" terá segunda temporada no Netflix

O blog está no Twitter e no Facebook.

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.