PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

Paola explica bronca em Lucas, elogia MasterChef e diz que falou "verdades"

Mauricio Stycer

24/12/2015 11h40

PaolaLucasMasterChef
A bronca pública que a chef Paola Carosella deu no candidato Lucas Furtado no programa especial exibido pela Band na noite de terça-feira (22) ainda está rendendo. Nesta quinta (24), ela publicou um longo texto no Facebook explicando a sua posição e se defendendo das críticas do rapaz.

Quem assistiu ao "MasterChef" viu a jurada argentina reclamar do candidato não por algo que ele fez no programa, mas por ter recusado uma vaga de estágio em seu restaurante, sem avisá-la. E pior, começou a estagiar em um restaurante concorrente, da chef Bel Coelho.

No dia seguinte à exibição da cena, Lucas publicou em sua conta no Facebook: "Achei a bronca completamente desnecessária, acho que qualquer problema que tivéssemos poderia ser resolvido em uma conversa a parte ou em uma troca de emails, não em um programa assistido por milhões de brasileiros, e eu não teria nenhum ressentimento se esse puxão de orelha acontecesse em uma conversa reservada, mas, não, infelizmente o sensacionalismo falou mais forte."

Em sua resposta, Paola observa que só disse "verdades". "Aqui não tem ego ou raiva ou vingança ou nada do que se fala que eu fiz em rede nacional. Trata-se de verdades", escreveu.

Em seguida, a chef defende o programa da Band: "'Master Chef' é ótimo programa de TV. Com todas as nuanças e caraterísticas de um programa de TV. Vai ter exageros, edições, músicas, luzes, egos, sensacionalismo, choros bonitos, raivas, doçura, amores e outros temperos."

Paola lamenta que, por causa da bronca, tenha se transformado "no ser mais cruel, soberbo, arrogante e imundo da Terra". E lembra: "Quando eu chorei na saída do Lucas e ofereci a ele o estágio, me tornei um amor de pessoa". Por isso, a chef argentina observa: "Interessante como passamos de um extremo a o outro sem nada no meio."

Paola publicou, também, a troca de emails que teve com Lucas a respeito do estágio que ofereceu ao candidato. Ela mostra que apresentou todas as condições para o trabalho e nunca recebeu uma resposta. Foi este o motivo da sua reclamação durante o programa exibido esta semana.

Veja a bronca:

Abaixo a mensagem que Paola Carosella publicou em seu Facebook (arrumei a ortografia apenas).

Achei que ante tanta coisa dita tinha que me pronunciar. Porque as meias verdades são quase mentiras.

Esta é a troca de emails que tive com Lucas em 24 de Agosto de 2015. Ele foi na reunião com Valeria, nossa RH, e o meu sócio, e falou que começaria no final de outubro pois tinha alguns eventos e festas para fazer. Nunca apareceu, nunca ligou e nunca mandou email.

Aqui não tem ego ou raiva ou vingança ou nada do que se fala que eu fiz em rede nacional. Trata-se de verdades. E de que 'Master Chef' é ótimo programa de TV. Com todas as nuanças e caraterísticas de um programa de TV. Vai ter exageros, edições, músicas, luzes, egos, sensacionalismo, choros bonitos, raivas, doçura, amores e outros temperos.

Se eu não me engano, a única coisa que falei para o Lucas foi: se você não vai cumprir com o compromisso que você falou que iria e, se a vaga está aberta esperando por você e não para outros, e se você vai trabalhar com uma amiga colega querida, avisa. Levanta o telefone e avisa. Manda email e avisa. Não avisar está errado tanto para mim como para a Bel. Morar longe não é desculpa para não mandar um email falando por exemplo… O "zip it " é por que tanta explicação na hora errada não serve para nada. Se tinha tantas desculpas, não custava um simples email.

Mas não. Nada. silêncio…

Alguns dos meus cozinheiros que trabalham comigo há mais de 8 anos moram realmente muito longe, e não falam, nem falaram em redes nacionais, rádios e revistas, que iam trabalhar no Arturito. Eles acordam de manhã cedo, pegam o ônibus, trabalham e voltam para casa, anonimamente todo santo dia. Assim como eu o fiz por muitos anos, mais de 20.

O Lucas falou para muitas revistas, jornais, rádios, sites, blogues, canais de TV que estava já quase trabalhando comigo.

Quando eu chorei na saída do Lucas e ofereci a ele o estágio, me tornei um amor de pessoa. Quando eu de forma irônica lembrei que, se alguém te oferece algo de verdade, de forma séria, profissional, verdadeira, e você decide não aparecer, o ideal seria avisar, me transformo no ser mais cruel, soberbo, arrogante e imundo da Terra.

Interessante como passamos de um extremo a o outro sem nada no meio.

Email do Lucas. 24 de Agosto de 2015
Olá, chef.
Que dia podemos conversar sobre o estágio? Estou muito disposto a trabalhar e absorver todo conhecimento que a senhora puder me passar.
Grande abraço.

Minha resposta. 2 horas depois
Ola Lucas
Estava esperando o seu email.
Vou te pedir para marcar uma conversa com o meu sócio Benny e a Valeria, que cuida do nosso RH. Com eles primeiro para falar sobre algumas caraterísticas que pedimos para os nossos estagiários, de compromisso comportamento etc.
Para alinhar também horários, dias, e o prazo do teu estágio.
Eu sugiro um compromisso mínimo de 3 meses, que você cumpra de forma impecável. sem faltas, sem chegadas tarde, sem dores de barriga nem gripes.
A cozinha de verdade é assim.
Após o prazo de 3 meses cumpridos de forma impecável, sentamos para conversar sobre outras possibilidades.
Se você não cumprir os 3 meses, ou se faltar, ou tiver chegadas tarde frequentes ou uma postura não correta avaliada pelo meu chefe de cozinha então damos por terminado o estágio.
Acho que assim é justo.
Outra coisa importante Lucas, eu não gosto muito de badalação no meu restaurante, entro e saio a escondidas e não gosto de tirar fotos ou de ficar no salão fazendo fotos ou brincando de estrela… te peço o mesmo.
Não sería justo para os meus cozinheiros anónimos que trabalham comigo a anos e de sol a sol, que de repente apareça um menino que por que é famoso, rouba a escena ou fica fazendo fotos com os clientes.
Isto não é permitido e te peço que você o respeite.
Se a imprensa te procurar para falar sobre o estágio, te peço que as respostas sejam alinhadas com o meu sócio Benny antes de você falar qualquer coisa.
Tudo isto que parece chato, não é mais do que proteger o nosso trabalho e a tua experiência.
Para que seja o mais fiel a realidade possível, e assim você poder ver se todo esse teu tempo no Master Chef teve um sentido ou não. Se a gastronomia é a tua vida ou não.
Eu espero que sim.
Te desejo o melhor.
A Valeria vai entrar em contato para marcar um encontro com você.
Por favor nos envie um numero de telefone também.

Veja também
Lucas vê "sensacionalismo" na bronca que levou de Paola no "MasterChef"

O blog está no Twitter e no Facebook.

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.