Blog do Mauricio Stycer

“Vou mandar matar o Ceará”, brinca Silvio sobre imitação na Globo

Mauricio Stycer

08/11/2015 22h17

montagemsilviosantosceara
Três semanas depois de ser imitado por Wellington Muniz, o Ceará, no “Tomara que Caia”, Silvio Santos falou neste domingo (08) a respeito: “Não gostei do que a Globo fez. Colocou aquele Ceará para me imitar. Vou mandar matar o Ceará. Nunca pensei que eu fosse tão feio.”

Meio piada, meio sério, foi um comentário típico de Silvio Santos. O número de Ceará foi ao ar na noite do dia 18 de setembro enquanto Silvio Santos apresentava o seu programa no SBT.

Ouvido pelo blog, Ceará se disse feliz por ter sido citado. “Silvio pode tudo. Pode falar tudo. Ele é maravilhoso, genial”, disse. “Fico feliz do Silvio existir. Pode falar o que quiser de mim, pode me sacanear. Me sinto lisonjeado”.

Sobre ser chamado de “feio”, Ceará concorda: “Sou muito mais feio do que ele. Se fosse para ficar parecido, teria feito uma prótese com um sorriso. Fiz aquela prótese para chamar a atenção mesmo”.

O humorista não teme ser proibido por Silvio de fazer a imitação. “Imagina. Ele não se leva a sério, tira sarro de si mesmo, sacaneia as filhas, está num momento muito bom”.

Depois de algumas derrotas seguidas para o “Programa Silvio Santos”, a Globo antecipou o fim do “Tomara que Caia”, que já não será exibido neste domingo (08).

Veja abaixo trechos da participação de Ceará no “Tomara que Caia”:

Veja também
Imitação de Silvio Santos chega à Globo no horário do “patrão” no SBT
“Vídeo Show” exibe como sendo da Globo imagens de Silvio na Tupi ou Record

O blog está no Twitter e no Facebook.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo