Blog do Mauricio Stycer

Record adia Escrava Mãe e coloca Rei Davi no lugar de Os Dez Mandamentos

Mauricio Stycer

23/10/2015 16h54

Os personagens da minissérie

Veja Álbum de fotos

Num sinal de que pretende lutar bravamente para segurar o público conquistado com “Os Dez Mandamentos”, a Record alterou os seus planos e decidiu manter a faixa das 20h30 como exclusiva de teledramaturgia inspirada na Bíblia.

Assim, em vez de estrear “A Escrava Mãe” no lugar da atual produção bíblica, a emissora resolveu colocar no horário reprises das séries produzidas nos últimos anos, até a estreia da inédita “A Terra Prometida”, em março de 2016.

A primeira série a reestrear será “Rei Davi”, exibida originalmente em 2012. Outras virão na sequência, sempre neste horário das 20h30. A história do rei hebreu que superou Golias volta a ser exibida no próximo dia 16 de novembro. Nesta primeira semana, a série fará dobradinha com “Os Dez Mandamentos”, que termina no dia 20.

Há algumas semanas a Record vinha exibindo chamadas de “A Escrava Mãe” como a substituta de “Os Dez Mandamentos”. Segundo a decisão tomada nesta sexta-feira (23), a produção agora vai inaugurar uma segunda faixa de novelas da emissora, em um horário mais cedo. É uma aposta interessante. A estreia da nova novela se dará antes de “A Terra Prometida”.

A mudança de planos tem algumas explicações. Em primeiro lugar, com essa alteração, a Record tira de “Escrava Mãe” a responsabilidade de substituir “Os Dez Mandamentos” — dificilmente a nova novela manteria os números de audiência da história bíblica. Em segundo lugar, a emissora avaliou que seria um risco, do ponto de vista comercial, estrear uma nova produção no fim do ano, próximo das férias.

Em 30 capítulos, “Rei Davi” tem texto de Vivian de Oliveira, autora de “Os Dez Mandamentos”, e é protagonizada por Leonardo Brício. Antes desta série a Record exibiu “A História de Ester” (2010) e “Sansão e Dalila” (2011). Depois, produziu “José do Egito” (2013) e “Milagres de Jesus” (2014/2015).

O blog está no Twitter e no Facebook.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo