Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Na volta à Globo, Tom Cavalcante revive Ribamar e pergunta “onde fica o RH”

Mauricio Stycer

05/10/2015 00h37

tomaraquecaiatomcavalcanteEncarnando o porteiro Ribamar, personagem que interpretou por anos no "Sai de Baixo", Tom Cavalcante voltou a aparecer em um programa na Globo depois de mais de uma década de ausência. O comediante fez uma participação especial neste domingo (04) no "Tomara que Caia".

"Tô de volta, tô pro que der e vier. Onde é que fica o RH?", disse, no monólogo com que abriu o programa. Em seguida, fez uma observação crítica sobre o desempenho do próprio "Tomara que Caia", dizendo: "O programa começou balançando, mas tomou um rumo"

Em um segundo momento, Tom reviveu outro personagem célebre seu, o bêbado João Canabrava, que apresentou por anos na "Escolinha do Professor Raimundo". O comediante praticamente não interagiu com o elenco do "Tomara que Caia". Suas participações foram pequenos solos, assistidos pelos demais atores.

tomaraquecaiacacaulorosaAlém de Tom, o programa apresentou várias novidades nesta noite, seguindo uma tendência já vista em outros episódios – a de dar mais espaço para as participações especiais e reduzir o tempo do elenco fixo, sempre meio perdido em cena.

Cacau Protasio e Serjão Loroza cumpriram esta função no episódio. Já José Loreto substituiu Ricardo Tozzi no time permanente – uma alteração que não produziu muito efeito.

A proposta de improviso, razão de ser do programa, continua sendo o que emperra o "Tomara que Caia". A história ia bem no primeiro bloco quando houve uma "trolagem" e os personagens deveriam se estapear sempre que usassem a letra "b" em alguma palavra. Por dez segundos, ou mais, os atores ficaram se olhando sem saber o que fazer ou dizer.

Tom trocou a Globo pela Record em 2004, onde ficou até 2011. Reza a lenda que a emissora carioca vetou a sua volta desde então. Em junho de 2015, o comediante estreou "#Partiu Shopping", uma série horrível no Multishow, canal do grupo Globo. Com a sua aparição no cambaleante "Tomara que Caia", pelo visto, o tal veto está derrubado de vez. Só falta agora, aparecer em algum programa bom.

Em tempo: Como lembraram alguns leitores, Tom fez uma breve participação, em junho, no programa de Faustão, seu amigo de longa data. Mas a sua volta artística, de fato, ocorreu neste domingo no "Tomara que Caia".

Veja também
Após 11 anos, Tom Cavalcante volta a fazer humor na Globo
Com Tom comedido e humor velho, melhor coisa de #PartiuShopping é o cenário

O blog está no Twitter e no Facebook.

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.