Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Em “guerra” com Faro, Eliana recorre a “show de hipnose” constrangedor

Mauricio Stycer

04/10/2015 21h10

elianahipnologoemacao
Na luta de todo domingo contra Rodrigo Faro, Eliana nem sempre parece saber como lidar com a necessidade de apresentar novidades e surpreender o público. Neste domingo (04), por exemplo, a apresentadora submeteu seus espectadores a um constrangedor "show de hipnose".

Ela própria usou a palavra "show" para definir o que Rafael Baltresca, "o hipnólogo", fez no palco. Diante de sete cobaias, que ninguém explicou como foram escolhidas, ele apresentou o seu número. "Sei que parece combinado", disse o profissional depois de fazer todos dormirem.

Ao longo de 30 minutos, deu ordens diferentes aos sete. No momento mais bizarro, o hipnólogo disse ao todos que Eliana estava nua e eles, ao despertarem, começaram a rir da "nudez" da apresentadora do SBT.

Um deles comeu alho achando que era torta de limão e cebola imaginando estar degustando um brigadeiro. A um toque de mão de Eliana, uma mulher passou a falar "chinês", um rapaz começou a se coçar, outro a chorar e um terceiro a rir – tudo por determinação do hipnólogo

A certa altura, ele mandou que todos dormissem, mas se esqueceu que um deles estava de pé. O rapaz dormiu assim mesmo. Sem graça, Baltresca o despertou, pediu que se sentasse e ordenou que voltasse a dormir.

elianaeohipnologoEliana apresentou o quadro com as seguintes palavras: "Você acredita em hipnose? A nossa mente é maravilhosa. Podemos sentir, pensar, nos iludir. Você acredita que alguém pode mexer com a sua mente de uma maneira que você faça coisas que jamais faria?"

Ao final, entusiasmada, anunciou que o hipnólogo voltará ao programa. "Vou propor desafios a você." Vamos ver como Faro vai reagir a esta arma de Eliana na guerra pela audiência.

Em tempo: Dados do Ibope indicam que Eliana voltou a perder do rival enquanto se enfrentaram, entre 15h35 e 19h19, por 8 a 11 (cada ponto equivale a 67 mil residências na Grande São Paulo).

O blog está no Twitter e no Facebook.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.