Blog do Mauricio Stycer

Contra “Os Dez Mandamentos”, “JN” fica mais longo do que a nova novela

Mauricio Stycer

04/09/2015 14h17


A Globo está fazendo mudanças drásticas em sua programação no esforço de reduzir a perda de audiência causada pelo sucesso de “Os Dez Mandamentos”. Esta semana, a emissora está esticando o “Jornal Nacional” ao máximo para evitar que a novela bíblica da Record fique no ar ao mesmo tempo em que “A Regra do Jogo”, cuja estreia ocorreu na segunda-feira (31).

Por conta desta estratégia, a nova novela da Globo foi ao ar nesta quinta-feira apenas às 21h50, atrasando todo o resto da programação noturna. Para isso, o “Jornal Nacional” teve duração de 52 minutos. Nos últimos três meses, a duração média do noticiário às quintas-feiras foi de 39 minutos. Ou seja, o “JN” foi esticado nesta quinta em 13 minutos.

Fato raríssimo, talvez inédito, o noticiário foi tão longo que durou mais que a própria novela. O capítulo de “A Regra do Jogo” teve 50 minutos, exatamente a mesma média dos capítulos de “Babilônia” exibidos às quintas-feiras nos últimos três meses.

Segundo dados do Ibope, nesta quinta-feira, em São Paulo, o “Jornal Nacional” teve audiência de 23 pontos, enquanto “A Regra do Jogo” marcou 28. Já “Os Dez Mandamentos” registrou 18 pontos (cada ponto equivale a 67 mil domicílios).

Vitória inédita
Pela primeira vez desde que está no ar, “Os Dez Mandamentos” ficou em primeiro lugar em Recife. A vitória histórica ocorreu em dois dias seguidos. Na quarta (02), no ar entre 20h30 e 21h38, a novela da Record registrou média de 22,8 pontos contra 21,6 da Globo. No confronto direto com “A Regra do Jogo”, entre 21h09 e 21h38, a vitória foi ainda mais expressiva: 24,1 a 19,4.

Na quinta-feira, a novela bíblica, exibida entre 20h40 e 22h01, superou a programação da Globo por 22,5 a 18,7. Nos onze minutos em que as duas novelas estiveram no ar simultaneamente, “Os Dez Mandamentos” venceu por 24,7 a 17,3.

A Record está festejando, ainda, o fato de que nestes dois dias “Os Dez Mandamentos” foi a novela com maior audiência em Recife. Cada ponto do Ibope no Grande Recife equivale a 12 mil domicílios.

Cenas de “A Regra do Jogo”

Cenas de “A Regra do Jogo”

#uolbr_tagAlbumEmbed(‘tagalbum’,’75862+AND+31015′, ”)

Veja também
“A Regra do Jogo” marca 31 pontos, a pior estreia de novela das 21h

O blog está no Twitter e no Facebook.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo