Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Sonia Abrão diz fazer “homenagem” e não “exploração” a Cristiano Araujo

Mauricio Stycer

07/07/2015 05h01


No nono programa consecutivo dedicado ao cantor Cristiano Araújo, que morreu no último dia 24 de junho, a apresentadora Sonia Abrão dedicou seis minutos a rebater um texto que publiquei no blog.

"Não considero exploração, considero homenagem, atendimento a um anseio do público. É uma maneira de amenizar o luto", disse a apresentadora do "A Tarde É Sua", referindo-se ao texto Recorde mundial? Sonia Abrão fala de Cristiano Araújo há oito programas, no qual eu comentei a cobertura intensiva — e inesgotável – que o caso vem merecendo do seu programa.

Sonia Abrão lembrou que comanda uma atração diária na televisão há dez anos. Dirigindo-se a mim, disse: "Você não entende mais de televisão que o meu diretor, Elias Abrão. Você não sabe mais do que eu, como apresentadora, você não sabe mais do que a nossa equipe. E você não sabe, por que está com viseira, qual é realmente o anseio do público".

Aceito o puxão de orelhas de uma das decanas do jornalismo de celebridades no Brasil. Mas acho justo lembrar que, embora considere meu conhecimento inferior ao seu e de sua equipe, Sonia frequentemente compartilha nas redes sociais textos que escrevo com críticas a seus concorrentes ou a outras emissoras.

Ela também lamentou que eu tenha criticado apenas a cobertura do "A Tarde É Sua". "Em vez de se preocupar tanto com nosso programa, vasculha o resto. Faz um trabalho completo. Para de mirar só na gente". Muito atarefada, Sonia não deve ter visto os quatro textos que publiquei sobre o mesmo assunto antes de falar do seu programa:

. Com ajuda do "vídeo do pombo", Ratinho mantém Cristiano Araújo em pauta
. Nem o especial Bem Sertanejo do "Fantástico" acreditou em Cristiano Araújo
. Para segurar a audiência, nada melhor que a cobertura ao vivo de um drama
. Globo cancela Sessão da Tarde por cobertura da morte de Cristiano Araujo

A apresentadora ainda lembrou, como eu havia escrito, que a cobertura sem fim da morte de Cristiano Araújo tem produzido ótimos resultados em matéria de Ibope. "Nós entendemos disso. Tanto que você vê o resultado em audiência. A gente está antenado, a gente está ligado, a gente comunga do mesmo sentimento."

Sonia encerrou o desabafo com uma promessa: "Fizemos oito programas, sim, e foi pouco, porque o Cristiano Araujo merece muito mais. Enquanto houver informação, enquanto houver o que precisa ser dado ao público, nós estaremos aqui dando ao público, sim". Veja abaixo o comentário da apresentadora:

O blog está no Twitter, Facebook e Google+.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.