Blog do Mauricio Stycer

Nem o especial Bem Sertanejo do “Fantástico” acreditou em Cristiano Araújo

Mauricio Stycer

29/06/2015 17h51

Bemsertanejo
Exibido ao longo de 2014, o especial “Bem Sertanejo” dá uma boa ideia da dificuldade, mesmo entre especialistas, de avaliar a importância que Cristiano Araújo tinha dentro do segmento sertanejo.

Foram 12 episódios com cerca de 13 minutos cada, apresentados por Michel Teló no “Fantástico”. Araújo foi contemplado em exatos 15 segundos do último episódio, depois que Tadeu Schmidt, em off, informou: “A nossa viagem musical termina aqui. Mas o sertanejo segue adiante com outros nomes da nova geração, como Cristiano Araújo”.

O último programa foi ao ar em 14 de novembro de 2014. Teló entrevistou, como representantes da nova geração, Luan Santana e Gusttavo Lima (imagem acima).

Neste domingo (28), dias depois da morte de Cristiano Araújo, o “Fantástico” exibiu um “Bem Sertanejo” especial, em homenagem ao cantor. Foram apresentados trechos de uma entrevista inédita realizada com Araujo em setembro do ano passado.

Este material só permaneceu inédito porque não foi ao ar no programa de 14 de novembro. Segundo o jornalista Andre Piunti, roteirista do especial do “Fantástico”, Cristiano Araújo foi cortado do programa por falta de espaço.

Em contato com o blog, Piunti, um dos maiores conhecedores deste universo sertanejo, explicou: “Queríamos mostrar o Cristiano como ‘um cara que entrou pela porta que o Luan e o Gusttavo’ abriram, e que daria sequência ao sucesso. Não entrou por questão de tempo. Nós gravamos muita coisa porque a ideia é que tivesse uma versão estendida no Multishow. Como era último capítulo, perdemos três minutos pra um resumo da série, e muita coisa boa caiu”.

Veja também
Cantor sertanejo Cristiano Araújo foi criado pelo pai para ser artista

O blog está no Twitter, Facebook e Google+.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo