Blog do Mauricio Stycer

Sem jeito nenhum para jurada, Sandy vira atração cômica do “Superstar”

Mauricio Stycer

20/04/2015 01h18

sandy

A Globo não está sendo muito feliz com as escolhas dos jurados do show de talentos “Superstar”. Na primeira temporada, com Fábio Jr., Ivete Sangalo e Dinho Ouro Preto, o desastre foi completo – nenhum se salvou.

Nesta segunda edição, Paulo Ricardo está conseguindo se destacar pela sinceridade. “Fiquei prestando atenção na música e esqueci de votar”, confessou para Fernanda Lima depois de elogiar uma banda, mas não votar nela. “Achei essa música muito ruim”, disse para outro grupo, surpreendendo a todos.

Os outros dois jurados, Thiaguinho e Sandy, têm optado por comentários anódinos ou elogios gratuitos. O cantor é sempre o mais animado e se vê na obrigação de falar bem até quando vota “não”.

Já a cantora tem sido involuntariamente engraçada com seus votos sérios. Aprovou uma banda mesmo sem conseguir compreender o que eles cantavam: “Eu não votei pela letra porque não entendi quase nada, mas gostei do estilo”.

Tentou fazer graça com a banda Consciência Tranquila, mas ninguém riu: “Eles estão com a consciência tranquila”, disse.

Disposta a ser escolhida como madrinha por todos os candidatos aprovados, Sandy chegou a se oferecer para alguns, sem sucesso. “Eu já fui pra África”, disse à dupla de africanos que participou do programa.

Dona de uma ótima voz, a cantora cultiva uma imagem e um estilo que claramente não combinam com a função de jurada. Tímida, meiga, educada, Sandy está contribuindo com bons momentos cômicos, mas pouco julgamento musical no “Superstar”. Acho que nem mesmo o seu apaixonado fã-clube está gostando de vê-la nesta função.

Atualizado às 10h23 e às 14h30

Veja também
Na 2ª semana, SuperStar tem filho de Moacyr Franco e gafe de Paulo Ricardo

O blog está no Twitter, Facebook e Google+.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo