Blog do Mauricio Stycer

Cena da semana: pastora descreve para Luciana Gimenez como é o inferno

Mauricio Stycer

12/04/2015 05h01

SuperPopLucianaPastora3
A imagem acima mostra a cara de nojo que Luciana Gimenez fez no momento em que a pastora Yonara descreveu o inferno como “uma garganta com uma crosta verde”.

Convidada de honra do “SuperPop”, exibido na noite de segunda-feira (06), a entrevistada afirma já ter ido mais de 15 vezes ao inferno, levada por anjos. Também foi ao céu sete vezes.

“Uma pastora de opiniões contundentes. Teve um passado sombrio. Consumiu drogas por onze anos, teve overdose, era homossexual, mas diz ter se libertado”, explicou o programa da RedeTV!.

“Vou conversar muito com você. Me interessou muito esse assunto”, disse Luciana depois de ouvir as credenciais de sua entrevistada. Em seguida, muito séria, a apresentadora teve o seguinte diálogo com a pastora:

Luciana: Os anjos podem entrar no inferno?
Pastora Yonara: Podem.
Luciana: Entendi. O que tem lá no inferno? Quando entrou, você não ficou morrendo de medo? Qual foi a sua primeira impressão?
Pastora Yonara: Com certeza. É um terror. Quando se trata de mundo espiritual, é algo que está além do nosso alcance.
Luciana: O que tinha lá?
Pastora Yonara: Eu fui descendo pelo tubo da garganta do inferno com os anjos, de forma gradativa. A iluminação que eu tinha eram os anjos que iluminavam o inferno com suas roupas resplandecentes.
Luciana: Que viagem, hein!? A parede era preta?
Pastora Yonara: Não. Ela tinha um formato com uma crosta verde, como se fosse uma fossa humana.

Nem com uma personagem tão incomum, Luciana Gimenez conseguiu tirar o “SuperPop” da posição em que se encontra há muito tempo. A audiência média foi de 1,2 ponto na Grande São Paulo (cada ponto equivale a 67 mil domicílios).

Veja o diálogo abaixo:

O blog está no Twitter, Facebook e Google+.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo