Blog do Mauricio Stycer

Números do “Hoje em Dia” e “CQC” mostram que apresentador não faz milagre

Mauricio Stycer

19/03/2015 05h01

cqc2015

“Hoje em Dia” e “CQC” não têm nada em comum, salvo por um detalhe. No final de 2014, Record e Band, insatisfeitas com os rumos de suas atrações, tomaram uma mesma decisão drástica: trocar os apresentadores dos programas.

No matinal da Record, caíram de uma só vez os três comandantes – Celso Zucatelli, Chris Flores e Edu Guedes. No semanal da Band, o corte atingiu dois dos três apresentadores – Marcelo Tas e Dani Calabresa (Marco Luque sobreviveu).

hojeemdia2015No início de 2015, como se sabe, o “Hoje em Dia” estreou um novo trio – Cesar Filho, Ana Hickmann e Renata Alves. Depois de dois meses com as novas caras, quem comemora é o SBT. A emissora de Silvio Santos acaba de divulgar que das 48 exibições realizadas com a nova formação, entre 12 de janeiro a 18 de março, o matinal da Record ficou com a vice-liderança apenas em três. Perdeu em 45 oportunidades para os desenhos do SBT. A audiência média do “Hoje em Dia” neste período, 3,9 pontos, é idêntica à alcançada nos primeiros 48 programas de 2014.

O novo “CQC”, agora com Dan Stulbach e Rafael Corteza na bancada, estreou há duas semanas. O primeiro programa teve uma audiência medíocre – 3,8 pontos. Uma semana depois, a queda foi bem maior. O Ibope registrou apenas 2,2 pontos para o programa.

Ainda é cedo para conclusões, mas os números de audiência destes dois programas confirmam, até o momento, uma ideia já defendida aqui no blog. Trocar apresentador não é solução para todos os problemas.

De maneira semelhante a times de futebol, que trocam o técnico quanto o time está jogando mal, diretores de emissoras parecem alimentar uma grande ilusão sobre o poder dos apresentadores. Como se eles fossem capazes, apenas com seu charme e carisma, de transformar atrações capengas em campeões de audiência. O buraco, parece claro, é mais embaixo.

O blog está no Twitter, Facebook e Google+.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo