Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Livro prolonga a experiência dos fãs de “Meu Pedacinho de Chão”

Mauricio Stycer

13/02/2015 16h50

meupedacnhoserelepe1

Ainda que um dos segredos de "Meu Pedacinho de Chão" tenha sido a sua curta duração – menos de cem capítulos –, os fãs da novela, se pudessem, apoiariam que ela se prolongasse por um longo período.

Para satisfazer a estes espectadores, ainda encantados com o folhetim que foi ao ar entre 7 de abril e 1º de agosto de 2014, a Globo está lançando um livro, em tamanho quase de bolso, que reproduz fotos, desenhos e croquis dos bastidores da criação de uma das novelas mais marcantes dos últimos tempos.

MeuPedacinhoLivroAcompanha o volume um livreto, assinado pela jornalista Melina Dalboni, de "O Globo", que reconstitui diferentes estágios do desenvolvimento do projeto. Com texto de Benedito Ruy Barbosa, inspirado em uma novela com o mesmo título que escreveu em 1971, a nova "Meu Pedacinho de Chão" foi idealizada e desenvolvida pelo diretor Luiz Fernando Carvalho.

O livro chama a atenção para vários aspectos interessantes do processo criativo de Carvalho, em especial o seu incentivo à colaboração de todos os participantes, do elenco aos funcionários das áreas técnicas, nas mais variadas etapas do trabalho. "No galpão era comum uma costureira dar uma ideia para a iluminação, um músico sugerir uma cor para a fotografia e assim por diante".

As muitas influências, inspirações e referências de Carvalho são detalhadas, em especial a maneira como a linguagem de desenho animado deu o tom da criação tanto dos cenários e figurinos quanto do próprio desenvolvimento dos personagens.

O livro traz ainda depoimentos de alguns dos principais atores que participaram da novela, como Irandhir Santos (o inesquecível Zelão), Osmar Prado (coronel Êpa), Paula Barbosa (Gina), Antonio Fagundes (Giacomo) e Juliana Paes (Catarina).

Fagundes destaca o fato de a história ter apenas duas dezenas de personagens: "O modelo com poucos personagens é um caminho muito interessante de voltar às origens, mostrando que não é preciso mais de 20 atores para contar bem uma boa história".

Novela especial, "Meu Pedacinho de Chão" já havia merecido uma exposição dedicada aos seus figurinos. Agora, este livro. O próximo passo, imagino, deve ser um DVD. Não seria uma má ideia.

"Meu Pedacinho de Chão" (Casa da Palavra, R$ 60,00).

Veja também
"Meu Pedacinho do Chão" fugiu do óbvio, surpreendeu e encantou
"É preciso renovar mais e copiar menos", diz diretor de "Meu Pedacinho"

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Es portivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

Newsletters

Mauricio Stycer traz análises exclusivas sobre TV e Famosos.

Quero receber