Blog do Mauricio Stycer

Apresentadora defende “Casos de Família” e critica “perseguição”

Mauricio Stycer

06/02/2015 14h15

ChristinaRocha3

Em comentário postado na minha página no Facebook, Christina Rocha fez um desabafo, criticando a nota publicada nesta quinta-feira (05) no blog, no qual uma espectadora se diz “iludida” pelo “Casos de Família”, programa que ela apresenta no SBT.

“Que pena que você, Mauricio Stycer, só saiba falar mal do programa… Por que você não vai lá um dia ou manda alguém de sua confiança ir disfarçado na gravação???? Meu diretor respondeu exatamente como é o programa verdadeiramente”, escreveu a apresentadora.

“Por que você só fala da gente?”, questionou ainda Christina Rocha. “Será que é porque estamos incomodando com a grande audiência que estamos tendo? É fácil falar mal de um programa popular como o nosso sem conhecer ou apurar os fatos”, escreveu. “Você não gostar de um programa popular como o nosso é um direito que você tem, mas ficar falando coisas negativas o tempo todo e ficar nos perseguindo com notas já é implicância sua.”

HelkeCasos3Meu texto, escrito em parceria com a repórter Amanda Serra, do UOL, contava a história de uma figurante profissional, Helke Regis, que participou do “Casos de Família” em novembro de 2013, no papel de uma sogra que não aceitava o relacionamento de sua filha com o genro.

O blog mostrou que Helke já havia feito participações, como figurante, em outros programas – “Pânico na Band”, “Legendários” (Record) e na famosa pegadinha do dinossauro, exibida no “Programa Silvio Santos”.

Mais detalhes sobre a carreira da figurante

Além do desabafo de Christina Rocha, a publicação do texto no blog também chamou a atenção de gente como o colega Gabriel Vaquer, que acompanha a carreira de Helke e lembrou que ela, além dos programas citados, também já participou do “Você na TV”, da RedeTV!.

HelkeVocenaTV2Em agosto de 2013, três meses antes de ir ao “Casos de Família”, ela esteve no programa de João Kleber para ajudar a revelar um bombástico segredo de Ivan, então casado com Gleice. “Nunca teve nesse programa algo parecido”, prometeu o apresentador. Ela foi anunciada como uma das duas amigas de Ivan presentes no palco.

Antes do homem falar, João ainda perguntou a Helke: “É verdade o que você vai revelar?” E ela: “Como certeza, João. Eu não viria num programa para estar mentindo para você e muito menos para ela”

Ivan então contou para Gleice: “Elas me convidaram para morar com elas e infelizmente eu quero ir embora. Nunca tive nada com elas. É muita amizade”.

Outros segredos do “Você na TV”

MariaAndreiaEm depoimento à repórter Amanda Serra, publicado no UOL, uma outra figurante, Maria Andréia, havia acusado a produção do “Você na TV” de “inventar” os segredos que são revelados no programa: “Cheguei à emissora e conheci o figurante que seria o meu namorado, nunca tínhamos nos visto. No camarim, a produtora perguntou: ‘Qual segredo é bom para vocês’?”, contou Maria Andréia.

Na visão da figurante, os segredos sugeridos pela produção “são péssimos”. “O menino comentou que jogava futebol e sugerimos que a história seria a ida dele para o exterior e, consequentemente, o fim do nosso namoro”, contou ela. Segundo a figurante, existe um sistema de cadastro na emissora que dificulta uma pessoa participar mais de uma vez da atração. O cachê foi de R$ 100.

A RedeTV se defende

Questionada a respeito das afirmações de Maria Andréia, a emissora enviou a seguinte nota, na qual se exime de responsabilidade por eventuais fraudes:

“Os casos exibidos no programa chegam à produção através de inscrições pelo site da RedeTV!, e-mails e telefonemas. As histórias são avaliadas pela produção e, em seguida, os participantes assinam um termo de responsabilidade, formulado pelo departamento Jurídico, no qual se comprometem a dizer a verdade. Ainda neste formulário, afirmam nunca terem participado de outros programas de televisão. No palco, em todos os programas, o apresentador ainda pergunta ao participante sobre a veracidade do caso”.

Entenda o caso
.
Com cachê de até R$ 200, figurantes alimentam programas de entretenimento
. Fã se diz iludida por Casos de Família: “SBT não precisa viver de mentiras”
. Mãe estraga casamento da filha na RedeTV! e pega 3 ex-namorados dela no SBT
. “Casos de Família” usa a mesma figurante para contar dois dramas diferentes
. Há três anos blog vem revelando talentos como o da figurante Maria Andréia

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo