Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Xuxa é a maior contratação da história recente da Record

Mauricio Stycer

03/02/2015 20h42

xuxa

Pensando nas principais contratações feitas pela Record nos últimos dez anos, o acerto com Xuxa é, de longe, o mais importante.

A Record contratou vários artistas e jornalistas da Globo nesta última década, mas nenhum com o peso de Xuxa – um nome que fez história na TV brasileira. Ana Paula Padrão também foi uma estrela na emissora carioca, mas passou primeiro pelo SBT antes de chegar à Record (em 2009).

O único nome que se compara ao da ex-rainha dos baixinhos seria o de Gugu Liberato (2009). Chegou a ser apontado como um possível sucessor de Silvio Santos, mas já não tinha mais tanto prestígio quando deixou o SBT. Para piorar, fracassou em sua primeira temporada na Record, encerrada em 2013 – está de volta este ano, com um novo contrato.

Outras duas contratações importantes recentes, as de Sabrina Sato (2013) e Cesar Filho (2014), não têm o peso simbólico que carrega o nome de Xuxa. A primeira, apesar do carisma, ainda tem muita estrada para percorrer. O segundo, em que pese a experiência e a versatilidade, não pode ser comparado, em termos de prestígio, a Xuxa.

A nova contratação vai dar certo na Record? Essa é a pergunta de um milhão de dólares. Há vários aspectos a considerar e outros a imaginar. Prefiro não palpitar por ora. Seria chute. Mas não tenho dúvidas que foi uma grande contratação.

Veja abaixo outras grandes contratações na história da televisão brasileira:

Veja também
. Após 30 anos, Xuxa deixa Globo e fecha com Record
. Globo e Xuxa encenaram farsa para encarecer contratação pela Record
. Globo dá as costas para acerto de Xuxa com a Record
. As melhores piadas da internet sobre a ida de Xuxa para a Record
. Relembre em 22 fotos a trajetória de Xuxa na Globo

O blog está no Twitter, Facebook e Google+.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.